Inteligência artificial para ajudar no combate ao cancro

Três projetos de inteligência artificial deverão ficar disponíveis para a comunidade open source com o objetivo de ajudar na pesquisa sobre o cancro

Inteligência artificial para ajudar no combate ao cancro

A IBM vai oferecer três projetos de inteligência artificial (IA) à comunidade open source. Investigadores do Computational Systems Biology Group da “big blue” estão a trabalhar em tecnologias de IA e machine learning para “ajudar a acelerar a nossa compreensão sobre as causas e os mecanismos moleculares destas doenças complexas”, bem como métodos para melhor compreender a composição de tumores.

O primeiro projeto, PaccMann, procura uma previsão da sensibilidade anti-cancro através das redes neurais. O algoritmo analisará automaticamente compostos químicos e previrá quais poderão vir a combater o cancro com mais sucesso. A IBM acredita que este processo pode cortar os custos associados ao desenvolvimento de novos medicamentos.

O Segundo projeto chama-se "Interaction Network infErence from vectoR representATions of words," ou INtERAcT. Esta ferramenta extrai informações relevantes da literatura científica já existente, para que investigadores possam, mais rapidamente, consultar estudos de que precisem.

O terceiro projeto chama-se "pathway-induced multiple kernel learning," ou PIMKL. Este algoritmo usa a informação já conhecida sobre os pacientes para prever a progressão do cancro e possíveis recaídas.

Os três projetos já estão disponíveis para acesso público.

Tags
Notícias relacionadas

RECOMENDADO PELOS LEITORES

REVISTA DIGITAL

IT INSIGHT Nº 22 novembro 2019

IT INSIGHT Nº 22 novembro 2019

NEWSLETTER

Receba todas as novidades na sua caixa de correio!

O nosso website usa cookies para garantir uma melhor experiência de utilização.