Open Banking é uma iniciativa estratégica da transformação digital

Um estudo da Accenture indica que 90% dos grandes bancos a nível mundial investiu, ou planeia investir em 2019, em serviços de Open Banking. Os executivos da banca acreditam que o Open Banking vai permitir os seus processos

Open Banking é uma iniciativa estratégica da transformação digital

De acordo com o estudo global da Accenture “It’s Now  Open Banking, Do You Know What Your Commercial Clients Want From It?”, a maior parte dos grandes bancos mundiais afirmou que o fornecimento de serviços de Open Banking aos seus clientes comerciais é uma iniciativa estratégica nos seus programas de transformação digital. Muitos dos bancos esperam que o Open Banking os ajude a alcançar um crescimento de dois dígitos nas suas receitas.

O Open Banking permite aos clientes comerciais dos serviços financeiros a partilha dos seus dados de forma segura com terceiros, tornando mais fácil a transferência de fundos, a comparação de produtos e a gestão de contas através de um Interface de Programação de Aplicações (API - Application Programming Interface).

De acordo com o estudo da Accenture, 90% dos grandes bancos a nível mundial pretende oferecer serviços de Open Banking aos seus clientes, e mais de metade (54%) acredita que estes serviços podem aumentar as suas receitas até 10%, enquanto que cerca de 35% espera um crescimento até 20%.

O relatório da Accenture, realizado com base num questionário a mais de 750 executivos de bancos globais, pequenas e médias empresas (PME) e grandes multinacionais, conclui que os clientes da banca comercial procuram o mesmo que os clientes da banca de retalho: processos mais inovadores e uma melhor experiência, processos em que o Open Banking pode ajudar. No que diz respeito aos principais benefícios da utilização de uma plataforma de Open Banking, os inquiridos indicaram maioritariamente o acesso a serviços bancários cómodos e inovadores, o que foi referido por 30% dos executivos de grandes multinacionais e 23% dos executivos de PME.

Os clientes da banca comercial esperam também que o Open Banking lhes permita chegar a mais clientes e parceiros (o que foi referido por 19% dos executivos das maiores organizações e 25% das PME) e otimizar os seus processos (segundo 17% dos executivos das grandes empresas e 20% das PME). Em relação às áreas de negócio que poderiam melhorar através do Open Banking, tanto os responsáveis de PMEs como os das grandes empresas, referiram a área de pagamentos, financiamento e de gestão de tesouraria.

Luís Pedro Duarte, Vice-Presidente da Accenture Portugal, responsável pela área de Financial Services, afirma que “embora o debate acerca do Open Banking se tenha centrado, até hoje, nos consumidores de retalho, percebemos que muitos executivos da banca comercial procuram o mesmo para o seu banco. O Open Banking proporciona ao setor bancário a oportunidade de recorrer a um ecossistema que oferece mais e melhores serviços, entre os quais apoios a PME e a clientes de banca corporativa para expansão do seu alcance e promoção de serviços bancários inovadores”.

90% dos grandes bancos investiu, ou planeia investir em 2019, em iniciativas de Open Banking para clientes da banca comercial; 71% planeia investir até 20 milhões de dólares; e 24% planeia investir mais de 20 milhões de dólares para criar as suas próprias plataformas comerciais abertas, oferecer serviços a terceiros e explorar novas utilizações de Open Banking.

Tags
Notícias relacionadas

RECOMENDADO PELOS LEITORES

REVISTA DIGITAL

IT INSIGHT Nº 20 Julho 2019

IT INSIGHT Nº 20 Julho 2019

NEWSLETTER

Receba todas as novidades na sua caixa de correio!

O nosso website usa cookies para garantir uma melhor experiência de utilização.