FCT aumenta Rede Nacional de Computação Avançada

A Universidade de Aveiro assina hoje um protocolo de cooperação que visa reforçar a aposta no reforço da produção científica nacional nas áreas que envolvem competências digitais avançadas

FCT aumenta Rede Nacional de Computação Avançada

A Fundação Portuguesa para a Ciência e a Tecnologia (FCT) assinou um protocolo de cooperação com a Universidade de Aveiro que visa reforçar a aposta do governo português no reforço da produção científica nacional, nas áreas que envolvem as competências digitais avançadas, como a inteligência artificial e big data, com a implementação de um Centro de Competência em Computação Avançada. 

No âmbito dos objetivos traçados pela Iniciativa Nacional Competências Digitais, INCoDe.2030, a implementação deste Centro de Competência, vem proporcionar a promoção de um ambiente de investigação, inovação e empreendedorismo, a mobilização do processamento de dados de uma forma mais eficaz e diversificada em todas as áreas do conhecimento, desde a economia, saúde, clima, energia, mobilidade e no estudo dos processos sociais e a adoção de normas e melhores práticas para criar interoperabilidade.

O Centro de Competência funciona como uma porta de entrada para os quatro Centros De Supercomputação (HPC), com a capacidade de alto armazenamento e de preparar e recuperar dados desses centros HPC. Com esta capacidade, passa a deter um papel importante na análise de dados de computação avançada, com recurso a software e hardware de visualização de última geração.

Tudo isto servirá para aproximar à indústria, incluindo PME e investigadores em instituições de ensino superior, centros de pesquisa, CoLabs, Air Center, PT.Space, entre outras instituições.

Num futuro próximo, os Centro de Competência de Computação Avançada receberão um forte impulso do projeto europeu EuroCC, estando também previstas outras iniciativas para promover esta proximidade da sociedade aos centros.

As instituições que acolhem estes Centro de Competências recebem, por parte da FCT, uma verba que suporta a aquisição de equipamento de última geração, bem como a contratação de recursos humanos especializados nesta área.

A assinatura do protocolo para a criação de um Centro de Competência em Comunicação Avançada em Aveiro é um marco estratégico para permitir o contínuo desenvolvimento da promoção da Computação Avançada em Portugal no contexto europeu, assente nas três grandes áreas de intervenção do Advanced Computing Portugal 2030, a criação de infraestruturas de supercomputação no país, que conta já com quatro centros de operação na rede nacional, o MACC, LCA, HPC-EU e INCD, a retenção de talento com fortes competências informáticas avançadas e a implementação de info-estruturas de políticas públicas que permitam preencher a lacuna entre as infraestruturas e as pessoas, o que leva à criação de serviços e software de elevado valor”, afirma Nuno Feixa Rodrigues, Coordenador-Geral do INCode.2030 e Coordenador do Advanced Computing Portugal 2030.

Tags
Notícias relacionadas

RECOMENDADO PELOS LEITORES

REVISTA DIGITAL

IT INSIGHT Nº 28 Novembro 2020

IT INSIGHT Nº 28 Novembro 2020

NEWSLETTER

Receba todas as novidades na sua caixa de correio!

O nosso website usa cookies para garantir uma melhor experiência de utilização.