Google enfrenta queixa por violação de decisão judicial da UE

Segundo a queixa apresentada, a Google enviou emails de publicidade não solicitada a utilizadores do Gmail, indo contra a decisão judicial de 2021 do Court of Justice of the European Union que definiu que a big tech deve pedir permissão prévia aos utilizadores antes de enviarem emails de marketing

Google enfrenta queixa por violação de decisão judicial da UE

Uma nova queixa contra a Google alega que a big tech violou uma decisão judicial da União Europeia ao enviar emails de publicidade não solicitados aos utilizadores do Gmail. A queixa foi apresentada esta semana pelo grupo austríaco noyb.eu ao órgão de proteção de dados francês, avança a Reuters.

É de notar que uma decisão do Court of Justice of the European Union (CJUE) de 2021 definiu que a Google, cujas receitas proveem maioritariamente da publicidade online, deve pedir permissão prévia aos utilizadores do Gmail antes de lhes enviarem emails de marketing.

É como se o carteiro tivesse sido pago para remover os anúncios do correio e lá colocasse os deles em vez disso”, disse Romain Robert, programme director na noyb.eu, em referência aos filtros anti-spam do Gmail que colocam os emails não solicitados numa pasta distinta. Mais, o responsável explicou que a organização escolheu a CNIL, entidade francesa de proteção de dados, para endereçar a queixa por ser uma das mais vocais entre os reguladores da UE.

Tags

NOTÍCIAS RELACIONADAS

RECOMENDADO PELOS LEITORES

REVISTA DIGITAL

IT INSIGHT Nº 41 Janeiro 2023

IT INSIGHT Nº 41 Janeiro 2023

NEWSLETTER

Receba todas as novidades na sua caixa de correio!

O nosso website usa cookies para garantir uma melhor experiência de utilização.