Microsoft atribui perda de lucros à China e Rússia

A Microsoft atribuiu um crescimento das receitas inferior ao esperado aos desenvolvimentos na China e na Rússia, incluindo os confinamentos prolongados da China e a guerra contra a Ucrânia

Microsoft atribui perda de lucros à China e Rússia

A Microsoft registou 51,9 mil milhões de dólares em receitas e 16,7 mil milhões de dólares em lucros no último trimestrre, um aumento de 12% e 2%, respetivamente, face ao mesmo período do ano passado, mas inferior às previsões dos analistas.

A Microsoft atribuiu os ganhos inferiores ao esperado aos desenvolvimentos na China e na Rússia, incluindo os confinamentos prolongados da China e a guerra contra a Ucrânia.

“A interrupção prolongada da produção na China" resultou num impacto de 300 milhões de dólares, refere a empresa no seu comunicado de resultados, acrescentando que gastou 126 milhões de dólares de forma a "reduzir significativamente" as suas operações na Rússia devido à guerra na Ucrânia.

No entanto, houveram também questões mais universais. O LinkedIn, detido pela Microsoft, sofreu com uma redução de investimentos publicitários que, juntamente com os negócios de pesquisa e notícias da Microsoft, resultou numa queda superior a 100 milhões de dólares nas receitas.
No meio da recessão da indústria tecnológica, a Microsoft disse que levou a cabo um "realinhamento estratégico" do seu negócio que resultou em 113 milhões de dólares gastos com a demissão de funcionários (não contando com a Rússia).
As ações da Microsoft desceram cerca de 1% nas transações no after-hours.
No entanto, não deixaram de haver pontos altos- entre os quais o negócio de cloud da Microsoft. As receitas da empresa para o trimestre foram de 25 mil milhões de dólares, um aumento de 28% face ao mesmo trimestre do ano passado.
“Num ambiente dinâmico, vimos uma forte demanda, conquistámos participação de mercado e aumentámos o compromisso do cliente com nossa plataforma de cloud”, relata a vice-presidente executiva e diretora financeira da Microsoft, Amy Hood, em comunicado.

Tags

NOTÍCIAS RELACIONADAS

REVISTA DIGITAL

IT INSIGHT Nº 38 Julho 2022

IT INSIGHT Nº 38 Julho 2022

NEWSLETTER

Receba todas as novidades na sua caixa de correio!

O nosso website usa cookies para garantir uma melhor experiência de utilização.