Mais de 70% dos CMO sem orçamento suficiente para executar estratégia na totalidade em 2023

No inquérito anual da Gartner - ‘CMO Spend and Startegy Survey’ – e apesar de os orçamentos nesta área representarem 9,1% da receita total da empresa em 2023, 75% dos profissionais desta área admitem que estão a sofrer uma maior pressão para “fazer mais com menos”

Mais de 70% dos CMO sem orçamento suficiente para executar estratégia na totalidade em 2023

O ano de 2023 pode mostrar-se complicado para os Chief Marketing Officer e líderes de marketing, uma vez que 71% admite que não tem orçamento para executar, na totalidade, a sua estratégia este ano. 

De acordo com um inquérito anual da Gartner‘CMO Spend and Startegy Survey’ – realizado em março e abril de 2023 e que contou com a participação de 410 CMO e líderes de marketing da América do Norte e Europa do Norte e Ocidental e de diferentes setores e empresas, os orçamentos para esta área permanecem estáveis ano a ano, representando 9,1% da receita total da empresa em 2023. Apesar de estável, este valor caiu ligeiramente em relação aos 9,5% registados em 2022.

Mais desafios

Este ano está a trazer mais desafios aos CMO, que têm de lidar com “orçamentos reduzidos, custos a aumentar e menor produtividade”, como explica Ewan McIntyre, investigador e analista da área de marketing da Gartner. 

Estes acontecimentos estão, desta forma, a pressionar o próprio poder de compra dos CMO, com 75% a admitir que estão a enfrentar uma maior pressão para “fazer mais com menos” e apresentar, ao mesmo tempo, um crescimento do lucro.

No inquérito, 86% dos profissionais desta área afirma que devem existir mudanças significativas na forma como o marketing funciona de forma a ser possível atingir resultados sustentáveis.

Ewan McIntyre defende que este ano os CMO “precisam de se transformar no novo tipo de líder empresarial”, com um papel mais direcionado para o negócio, com particular atenção para os períodos de investimento, lucro e crescimento.

Cortes nos gastos com tecnologia

75% dos inquiridos revela que está sob pressão para cortar nos gastos com tecnologia e entregar um melhor ROI. De acordo com a Gartner, os investimentos em tecnologia caíram de 58% em 2020 para 42% em 2022. Contudo, para 2023, é relatado um aumento do investimento nos principais recursos de marketing, essencialmente na área de tecnologia de marketing.

Aumentos com os gastos em publicidade

A comunicação paga é a área que tem a maior fatia do orçamento geral de marketing em 2023 (25,6%), seguida da tecnologia de marketing (25,4%), mão de obra (24,6%) e agências (23,3%).

Neste caso, a publicidade social, que detém a parte do orçamento de comunicação mais bem pago, é o principal canal digital a receber investimento este ano, seguindo-se a publicidade digital em vídeo e o marketing de influência. 

Para Ewan McIntyre é necessário que os CMO devem reforçar o planeamento de cenários e equilibrar a execução a curto prazo com investimentos que permitam desenvolver recursos futuros. O crescimento, o rendimento e o retorno, considera o analista, devem estar em primeiro lugar nas prioridades destes profissionais.

Tags

NOTÍCIAS RELACIONADAS

RECOMENDADO PELOS LEITORES

REVISTA DIGITAL

IT INSIGHT Nº 50 Julho 2024

IT INSIGHT Nº 50 Julho 2024

NEWSLETTER

Receba todas as novidades na sua caixa de correio!

O nosso website usa cookies para garantir uma melhor experiência de utilização.