Konica Minolta quer afirmar-se em managed services no mercado europeu

Apesar de liderar na impressão A3 a cores, na Europa, o fabricante nipónico pretende desviar-se do hardware e aproximar-se dos serviços de TI

Konica Minolta quer afirmar-se em managed services no mercado europeu

Com 21,2% de quota de mercado e mais de 141.000 sistemas multifuncionais a cores A3 (MFP) vendidos, bem como 33,8% de quota de mercado e mais de 6.200 sistemas de impressão de produção vendidos, a empresa está em primeiro lugar do ranking europeu (dados do InfoSource). O seu foco nas vendas de hardware está, no entanto, a diminuir, ao mesmo tempo que a aposta contínua nos serviços de TI está a desenvolver-se através de um esforço para ampliar o seu portfólio de Managed Services.

A visão da Konica Minolta está a ser transformada por diversos fatores, nomeadamente novos desafios que hoje se colocam às empresas - como o Big Data e a crescente quantidade de dados “soltos” -, as cada vez maiores exigências de eficiência operacional, a crescente mobilidade das forças de trabalho e o aumento de informação de segurança. Com o arranque dos Optimized Print Services (OPS) em 2010 e total enfoque na eficiência de infraestrutura de impressão e processos relacionados, a empresa avançou em 2014 com os Managed Content Services (MCS) para dar apoio à captura, distribuição e gestão de informação e conteúdos, numa realidade marcada pela crescente afluência de dados e informação.  

“O objetivo é estabelecer a Konica Minolta como fornecedor de Managed Services no mercado B2B na Europa nos próximos anos, reforçando, em primeiro lugar, o seu perfil como fornecedor neste campo”, sublinha Ikuo Nakagawa, presidente da Konica Minolta Business Solutions Europe. “Em vez de vender os nossos produtos, os nossos consultores e analistas de negócio chegam diretamente ao cliente, verificando os seus processos de negócio, para assim apresentar as soluções corretas”.

Além disso, a Konica Minolta vai ampliar o seu portfólio para Marketing Print Management (MPM), oferecendo aos clientes capacidade de impressão on-demand de material de marketing e de Managed Marketing Services (MMS). Esta oferta permitirá aos clientes externalizar as suas atividades de marketing e só foi possível com a aquisição da Charterhouse, UK em 2012.

“Oferecendo diferentes linhas de serviço – OPS, MCS, MPM e MMS – seremos bem sucedidos na mudança para fornecedor de serviços globais, orientados para a gestão de processos de negócio, tanto para escritório como para clientes de impressão de produção. Para atingir este objetivo, lançámos no início do ano fiscal 2014 o nosso plano de negócio a médio-prazo - intitulado ‘TRANSFORM 2016’ -, o que significa que estamos a atravessar um processo de transformação radical. Esta transformação deverá continuar nos próximos anos, com o término do programa no ano Fiscal de 2016”,  conclui Ikuo Nakagawa.

Tags

RECOMENDADO PELOS LEITORES

REVISTA DIGITAL

IT INSIGHT Nº 50 Julho 2024

IT INSIGHT Nº 50 Julho 2024

NEWSLETTER

Receba todas as novidades na sua caixa de correio!

O nosso website usa cookies para garantir uma melhor experiência de utilização.