COVID-19: O que deve fazer um CIO?

A posição dos CIOs no combate ao COVID-19 vai determinar o futuro de muitas empresas

COVID-19: O que deve fazer um CIO?

Toda esta situação do COVID-19, pode ter um potencial disruptivo para a continuidade das operações de uma organização, como de uma intrusão cibernética ou desastre natural se tratasse", garante Sandy Shen, diretor de pesquisa do Gartner.

O Gartner apresenta três medidas a curto prazo que os CIOs devem tomar de forma a prepararem as interrupções nos seus negócios como resultado da crise de saúde do coronavírus.

1. Recursos Humanos e Alternativas

Com as várias medidas de quarentena, muitas são as operações comerciais que são suspensas ou funcionam com capacidade limitada.

Nas organizações onde os recursos de trabalho remoto ainda não foram estabelecidos, os CIOs necessitam de elaborar soluções provisórias num curto prazo de tempo, identificando soluções de teletrabalho, soluções de compartilhamento/reunião de arquivos e acesso a aplicações corporativas, como sistemas ERP e CRM. Os CIOs devem ainda rever todos os formatos de segurança para garantir o acesso seguro a aplicações e dados desde casa.

Visto que as empresas podem sofrer escassez de profissionais, os CIOs precisam de avaliar riscos e resolver lacunas nos recursos humanos. Tecnologias como a IA podem ser uma solução de forma a automatizar tarefas.

2. Angariar clientes e parceiros através de canais digitais

A colaboração no local de trabalho, a videoconferência e as soluções de livestreaming podem atender a vários cenários de angariação de clientes e vendas.

O valor dos canais digitais torna-se óbvio à medida que a procura do mercado diminui e à medida que as pessoas dependem mais de plataformas online para supreções diárias. As organizações podem ainda aproveitar os canais digitais, como mercados online e plataformas sociais, para compensar parte da procura perdida.

É necessário configurar páginas e contas oficiais e integrar recursos de comércio para permitir a venda online. Os produtos devem ainda tornar-se plausíveis para venda através de canais digitais.

3. Estabeleça uma única fonte de verdade para os funcionários

Notícias e dados de fontes não verificadas - ou mesmo a pura falta de dados - podem levar a decisões mal tomadas, aumentando a ansiedade dos funcionários e tornando as organizações despreparadas para retornar às operações normais.

A Gartner acredita que essa ansiedade pode ser aliviada se as organizações aproveitarem os dados para apoiar uma melhor tomada de decisão e comunicar o progresso de forma mais eficiente aos funcionários.

"As organizações podem oferecer conteúdo com curadoria, extraído de fontes internas e externas, para fornecer orientação acionável aos funcionários. Essas fontes incluem governos locais e autoridades de saúde como a Organização Mundial da Saúde (OMS)”, garante a Gartner.

As organizações devem criar um site, aplicação ou um veículo de comunicação direta para compartilhar informações regularmente. Os funcionários também devem usar essas plataformas para notificar a empresa sobre as suas condições de saúde.

Tags
Notícias relacionadas

RECOMENDADO PELOS LEITORES

REVISTA DIGITAL

IT INSIGHT Nº 26 Julho 2020

IT INSIGHT Nº 26 Julho 2020

NEWSLETTER

Receba todas as novidades na sua caixa de correio!

O nosso website usa cookies para garantir uma melhor experiência de utilização.