CFO precisam de acelerar a adoção de IA

Nos próximos anos, a inteligência artificial será uma parte fundamental das tecnologias utilizadas no setor financeiro. Apesar disso, muitos CFO ainda não apostaram na sua adoção

CFO precisam de acelerar a adoção de IA

De acordo com um inquérito realizado pela Gartner há cerca de um ano, a pandemia gerou um aumento de aceleração nos projetos de inteligência artificial para os departamentos financeiros das empresas, e 90% dos inquiridos afirmam que iriam continuar a investir nesta tecnologia, embora menos do que no passado.

Até hoje, a situação não parece ter melhorado muito,e os peritos da consultora alertam que os CFO devem investir mais em IA nos próximos anos, para acelerar a chegada dos benefícios desta tecnologia e antecipar os seus concorrentes.

Segundo Clement Christensen, diretor da prática financeira da Gartner, "não há nada de errado em usar a IA para modernizar a função financeira. É um trabalho muito importante. No entanto, as recompensas mais impressionantes da IA caberão aos CFOs que pensam mais profundamente sobre como a tecnologia pode mudar fundamentalmente a forma como a sua empresa opera".

Por conseguinte, afirma que a principal prioridade para os CFO das empresas é prepararem-se para o futuro, melhorarando a arquitetura de dados da organização para apoiar futuros projetos de IA. Além disso, é importante investir em cientistas de dados especializados em dados de cidadãos, o que lhes permitirá escalar rapidamente os seus projetos de IA quando for demonstrado o sucesso dos primeiros projectos-piloto.

E, finalmente, aconselha a reformular o conjunto de relatórios da organização para alinhar com as necessidades internas do cliente, em detrimento das tarefas financeiras tradicionais.

Christensen acredita que os CFO estão conscientes da necessidade de implementar projetos de tecnologia digital mais avançada e experimental para alcançar os seus objetivos de transformação digital, mas acredita que, apesar disso, "estes seguem abordagens centradas em casos de utilização em projetos de IA que tendem a ter tendência para modernizar e melhorar os processos familiares, com o objetivo de impulsionar ganhos de ROI facilmente quantificáveis", e esta nem sempre é a melhor forma de abordar a implementação da tecnologia de impacto a médio e longo prazo.

O diretor da prática financeira da Gartner dá ainda o exemplo da utilização da aprendizagem automática para antecipar clientes que serão mais propensos ao incumprimento e para emitir lembretes de pagamento antecipado.  Isto tem um retorno claro e mensurável, mas tudo o que se consegue é fazer automaticamente algo que já poderia ser feito, o que significa desperdiçar as enormes capacidades que a IA tem para gerar modelos e obter muito mais inteligência e dados para apoiar a tomada de decisões em áreas financeiras mais vitais para o negócio.

Para a Gartner, um exemplo do que seria usar a inteligência artificial para algo verdadeiramente transformador seria aplicá-la para identificar aqueles que são suscetíveis de pagar mais tarde na fase de vendas, permitindo que as projeções de vendas sejam desenvolvidas com base na qual é mais provável que se pague rapidamente.

Isto transforma a abordagem da empresa para reduzir o volume de pagamentos em atraso e melhorar o fluxo de caixa, reduzindo ao mesmo tempo a necessidade de perseguir devedores no futuro. E isto, por sua vez, reduz o tempo gasto nestas tarefas desnccessárias.

"A opção transformadora não tem um ROI imediatamente mensurável, como a opção de modernização, mas a recompensa final é potencialmente muito maior", afirma, Assim, aconselha os CFO a começarem por aplicar a inteligência artificial a um problema que tem de ser resolvido, e não a um que só precisa de uma modernização dos processos e conclui o seu relatório dizendo que "uma pequena mudança de mentalidade na forma como os CFO pensam a implementação da IA pode fazer a diferença entre um projeto que moderniza uma empresa e um projeto que a transforma, ou seja, onde estão as maiores vantagens competitivas".

Tags
Notícias relacionadas

RECOMENDADO PELOS LEITORES

REVISTA DIGITAL

IT INSIGHT Nº 31 Maio 2021

IT INSIGHT Nº 31 Maio 2021

NEWSLETTER

Receba todas as novidades na sua caixa de correio!

O nosso website usa cookies para garantir uma melhor experiência de utilização.