Estudo da Gartner revela as três prioridades para a força de trabalho

O Gartner 2022 Frontline Worker Experience Reinvented Project teve por base 405 supervisores da linha da frente, gestores intermédios e líderes mundiais

Estudo da Gartner revela as três prioridades para a força de trabalho

Um estudo anual da Gartner – o 2022 CEO Survey - The Year Perspectives Changed - revela que o bem-estar e a flexibilidade vão ser as forças motoras no trabalho no futuro.

A área IT enfrentou vários desafios durante a pandemia, com dificuldades na retenção e atração de talento, que se traduziu no atraso nas linhas de produção, com os negócios a abrandarem, uma vez que não existia pessoal qualificado para garantir a cadeia de abastecimento.

De acordo com as conclusões do estudo, o futuro da cadeia de abastecimento passa pela capacidade e proteger e executar contra as prioridades de talento na atual estratégia da cadeia de abastecimento.

Desta forma, é necessário compreender o que é necessário continuar a fazer para atrair talento e o que há de novo e que ainda não tenha sido testado.

O Gartner 2022 Frontline Worker Experience Reinvented Project teve por base 405 supervisores da linha da frente, gestores intermédios e líderes mundiais cujo trabalho exige que estejam no local da empresa ou num outro ambiente físico de trabalho pelo menos 90% do tempo.

O resultado do inquérito são três prioridades para o futuro:

  • A flexibilidade é muito importante para a retenção e recrutamento de colaboradores para a linha da frente. Este é considerado o investimento mais eficaz para reduzir o atrito e também para ajudar no recrutamento. No entanto, é o menos usado e os dados mostram várias falhas entre as preferências do colaborador e as ofertas/disponibilidade da empresa;
  • O bem-estar dos funcionários emerge como um ponto particularmente importante para garantir a atração de novos colaboradores, incluindo investimentos a nível físico, mental e emocional. De acordo com a investigação da Gartner, o bem-estar ultrapassa a compensação e a flexibilidade como o investimento de recrutamento mais eficaz;
  • A compensação na primeira-linha já é considerada altamente eficaz no recrutamento, mas requer uma atenção dos profissionais, Parceiros financeiros e dos recursos humanos devido ao atual contexto da inflação. De acordo com a investigação da IDC, os investimentos dos empregadores na experiência dos colaboradores na linha da frente significam um melhor desempenho operacional e empresarial.
Tags

NOTÍCIAS RELACIONADAS

RECOMENDADO PELOS LEITORES

REVISTA DIGITAL

IT INSIGHT Nº 41 Janeiro 2023

IT INSIGHT Nº 41 Janeiro 2023

NEWSLETTER

Receba todas as novidades na sua caixa de correio!

O nosso website usa cookies para garantir uma melhor experiência de utilização.