Metade da gestão de contratos de procurement será ativada por IA

50% das empresas irão apoiar negociações de contratos com fornecedores através de ferramentas ativadas por inteligência artificial, até 2027

Metade da gestão de contratos de procurement será ativada por IA

De acordo com o inquérito da Gartner feito a 101 líderes de procurement, prevê-se que a inteligência artificial generativa poderá ter mais impacto na área dos negócios de gestão da vida dos contratos no próximo ano.

O interesse em IA na área de procurement tem aumentado drasticamente, e é esperado que continue a aumentar. No nosso inquérito, 58% dos líderes de procurement afirmam que já estão a implementar inteligência artificial, ou planeiam fazê-lo nos próximos 12 meses”, esclarece Kaitlynn Sommers, Senior Director Analyst da Gartner Supply Chain Practice. “As ferramentas de risco e as soluções de edição baseadas em IA irão ajudar os profissionais de procurement a agilizar as decisões nos negócios, limitando o tempo gasto no processo de contratação e adicionando a capacidade para tarefas adicionais”.

Segundo a Gartner, a inteligência artificial generativa poderá ajudar as equipas de procurement a ter mais ownership no processo de negociação de contratos com fornecedores ao usarem instrumentos de edição automatizados que utilizam as diretrizes do departamento legal e os termos acordados previamente. A IA generativa também pode ampliar a eficiência no processo da negociação de contratos salientando potenciais riscos e oferecer opções de redução de riscos.

A inteligência artificial promete dar mais poder aos profissionais de procurement a fazer decisões informadas e fundamentadas em dados que fabriquem resultados mais rápido”, acrescentou Sommers.  “A nossa investigação revela que a liderança de procurement antecipa um aumento de 21,7% em produtividade através do uso de IA generativa nos próximos 12 a 18 meses. Tanto como os profissionais de procurement como os fornecedores de serviços devem agir agora ou arriscam a ficar em desvantagem nos próximos três a cinco anos”.

A Gartner recomenda às empresas que procuram usar inteligência artificial para gestão de contratos que passem além de um repositório digital para uma solução de gestão de ciclo de vida; comecem a quantificar os riscos nas cláusulas dos contratos ao usar modelos atuais de contratos; trabalharem em conjunto com o departamento jurídico para definir os riscos que não são orientados para a empresa; e avaliar os parceiros atuais e explorar novos fornecedores para identificar aqueles que irão apoiar as ambições da organização.

Tags

NOTÍCIAS RELACIONADAS

RECOMENDADO PELOS LEITORES

REVISTA DIGITAL

IT INSIGHT Nº 49 Maio 2024

IT INSIGHT Nº 49 Maio 2024

NEWSLETTER

Receba todas as novidades na sua caixa de correio!

O nosso website usa cookies para garantir uma melhor experiência de utilização.