Estudo revela que migração para a cloud está a acelerar e a consolidar-se

O ano de 2020 assinalou o início de uma década importante para a cloud networking, onde as empresas estão cada vez mais empenhadas em integrar estratégias cloud first nas suas organizações

Estudo revela que migração para a cloud está a acelerar e a consolidar-se

A Colt Technology Services anunciou as conclusões de um novo estudo sobre o estado da computação na nuvem em 2020. O estudo conclui que a próxima década irá ser profundamente transformadora. 96% dos gestores de TI inquiridos afirmaram que se sentem confiantes em migrar para a cloud as funções mais críticas para os seus negócios/empresas.  

O estudo, conduzido no início deste ano pela Insights for Professionals Network para a Colt, inquiriu 255 profissionais de grandes empresas com mais de 500 colaboradores na Europa, com funções de chefia e responsáveis pela tomada de decisões de alto nível nas áreas das TI ou de networking. 

O estudo colocou aos inquiridos as seguintes questões: qual o status da experiência com a cloud até agora; se tinham projetos de migração para a cloud em curso; quais os seus prazos; quais os obstáculos enfrentados; e quais os próximos passos previstos para os seus projetos. As respostas apontam para que na próxima década iremos assistir a um movimento profundamente transformador de adoção acelerada da computação na nuvem. No entanto, existem ainda vários desafios chave a serem superados, antes que a migração para a cloud possa ser considerada um sucesso. 

Para a maioria dos inquiridos (59%), o principal desafio continua a ser a segurança. Em segundo e em terceiro lugar surgem a fiabilidade das ligações/conectividade e os tempos de inatividade dos sistemas (48% e 43%, respetivamente). Mesmo assim, os projetos de migração para a cloud mantém o ritmo, e 96% dos inquiridos revelou estar confiante ou muito confiante em proceder à migração das suas aplicações críticas para este novo ambiente. O estudo adianta também que quase metade das empresas inquiridas (44%), já procederam à migração de 50-70% dos seus processos críticos para a cloud.  

O estudo revela ainda que 86% das empresas inquiridas já estão a adotar uma abordagem multi-cloud e que as organizações estão também a optar cada vez mais ligações privadas, com 88% a elegerem redes privadas WAN – um valor em linha com o número de empresas que adotaram a abordagem multi-cloud. 

Este estudo foi inicialmente realizado em fevereiro deste ano, antes da propagação da Covid-19 na região da EMEA. Devido aos fortes efeitos que o COVID-19 teve no mundo empresarial, foi posteriormente colocada uma questão adicional à mesma base de inquiridos. Nomeadamente: Espera que o COVID-19 provoque atrasos nos projetos que a sua empresa tem em curso? 77% dos inquiridos responderam que os seus projetos foram impactados pelos efeitos da pandemia. No entanto, e apesar destes atrasos, à medida que as empresas alargam as suas iniciativas de trabalho remoto para poderem dar continuidade aos seus negócios, a implementação das funcionalidades de próxima geração da cloud deverão continuar no topo da sua agenda de prioridades ao longo deste ano.

Tags
Notícias relacionadas

RECOMENDADO PELOS LEITORES

REVISTA DIGITAL

IT INSIGHT Nº 26 Julho 2020

IT INSIGHT Nº 26 Julho 2020

NEWSLETTER

Receba todas as novidades na sua caixa de correio!

O nosso website usa cookies para garantir uma melhor experiência de utilização.