Competitividade das organizações depende da IA privada

Infraestrutura de IA privada garante às empresas baixa latência, redução dos riscos regulatórios e previsibilidade dos custos

Competitividade das organizações depende da IA privada

As empresas estão a investir fortemente em estratégias de IA, não só para aproveitarem as oportunidades que ela proporciona, mas também para não perderem o barco. De acordo com a IDC, os gastos anuais com IA – incluindo IA generativa – passarão de 175,9 mil milhões de dólares em 2023 para 509,1 mil milhões em 2027, um crescimento anual (CAGR) de 30,4%.

Para cumprir a promessa da IA, as empresas devem recolher os dados das fontes corretas e adicioná-los aos modelos adequados. Para o conseguir, muitas empresas começam a recorrer à IA privada – um ambiente de inteligência artificial construído por, ou para, uma organização específica, para ser usado exclusivamente por esta entidade.

Antes da proliferação da IA generativa, os modelos eram predominantemente privados. Mas, na era dos Large Language Models (como os usados pelo ChatGPT), a IA pública emergiu. Porém, quando se alimentam modelos públicos com os dados proprietários da empresa, está-se implicitamente a confiar esses dados confidenciais a terceiros, aumentando o risco dessas informações poderem beneficiar a concorrência.

Na ótica da Equinix, uma abordagem de IA privada faculta o controlo dos dados end-to-end, permitindo que as empresas definam especificamente quais os equipamentos usados para gerir os dados, em que locais físicos estes são armazenados, quem tem acesso a eles e para que finalidades.

As empresas não conseguirão alcançar todos os benefícios da IA enquanto continuarem a depender de uma infraestrutura de TI convencional. Devem, sim, construir a sua própria infraestrutura privada, de modo a escalar as estratégias de IA. Isso não significa que se abandone por completo os recursos proporcionados pela nuvem pública. Com uma arquitetura de dados adjacente à nuvem, é possível salvaguardar a custódia dos dados e, ao mesmo tempo, movê-los para a nuvem quando necessário, através de conexões dedicadas e privadas.

Além disso, as organizações não precisam de edificar sozinhas a sua própria infraestrutura privada de IA, podendo conectar-se a uma ampla variedade de parceiros e fornecedores de serviços, de modo a obter a agilidade e flexibilidade de que precisam.

Tags

NOTÍCIAS RELACIONADAS

RECOMENDADO PELOS LEITORES

REVISTA DIGITAL

IT INSIGHT Nº 48 Março 2024

IT INSIGHT Nº 48 Março 2024

NEWSLETTER

Receba todas as novidades na sua caixa de correio!

O nosso website usa cookies para garantir uma melhor experiência de utilização.