Cinco tendências na área da inteligência artificial para 2023

Os gastos dos governos e empresas em tecnologia IA deverão aumentar em 2023, atingindo os 500 mil milhões de dólares

Cinco tendências na área da inteligência artificial para 2023

Nos telemóveis, no supermercado, nas lojas online, nos carros…a inteligência artificial (IA) está a “invadir” as mais diversas áreas da nossa vida e é cada vez mais comum encontrar produtos e serviços com recurso à IA.

De acordo com dados da IDC, os gastos dos governos e empresas em tecnologia IA em 2023 deverão atingir os 500 mil milhões de dólares.

Mas de que forma é que a inteligência artificial vai ser usada? Em que ocasiões? Que caminhos existem?

Bernard Marr revela na Forbes cinco tendências para a inteligência artificial já no próximo ano.

  • A continuação da democratização da IA: A Inteligência Artificial vai continuar a crescer e a chegar cada vez a mais pessoas e empresas, à distância de um clique. São cada vez mais as aplicações que recorrem a esta tecnologia. Por exemplo: o número de dígitos necessários para pesquisar sobre algo pode ser reduzido com a sugestão de texto preditivo bastando um clique para visualizar um relatório.

    Pode também criar a sua própria aplicação, testar e implementar soluções alimentadas por inteligência artificial ao usar interfaces mais simples. E este ponto ajuda num outro: a democratização da IA permite que as empresas tomem as rédeas nesta matéria e superem desafios como a escassez de cientistas qualificados e de engenheiros, peritos na área.
     
  • IA generativa: Apesar da inteligência artificial automatizar várias tarefas, a IA pode ir muito mais além desta “rotina”. Com recurso a dados de vídeo, imagens e sons, os algoritmos generativos de IA podem criar conteúdos novos que nunca existiram digitalmente.

    Em 2023 esta é uma das tendências. Através do recurso a dados sintéticos de áudio e vídeo, pode já não ser necessário gravar a imagem e o som de um discurso, por exemplo. Ao escrever aquilo que quer que o público veja e oiça nas ferramentas generativas e a IA faz o resto.
     
  • Inteligência artificial ética e explicável: A inteligência artificial tem a necessidade de ser ética e “explicável”, ou seja, objeto de confiança para a maioria dos casos em que é necessário, por exemplo, trabalhar com dados sensíveis como é o caso da informação financeira. Se não existe uma base de confiança na IA, não existe confiança para entregar os dados. A ética, nestes casos, vai tornar-se mais importante do que nunca, à medida que as empresas desconstroem os preconceitos e desconfiança à volta de sistemas automatizados.
     
  • Trabalho otimizado: É esperado que para o ano os trabalhadores trabalhem ainda mais com robôs e máquinas inteligentes que ajudam a agilizar o trabalho. Os assistentes virtuais com base em IA vão ser cada vez mais importantes nas respostas aos clientes e na consequente criação de métodos mais eficientes. A capacidade de trabalhar lado a lado com máquinas inteligentes deverá tornar-se ela própria numa competência de trabalho.
     
  • Inteligência Artificial sustentável: Numa altura em que a sustentabilidade é uma preocupação crescente das empresas, recorrer à inteligência artificial pode trazer obstáculos ao cumprimento de metas ambientais. Isto porque os algoritmos de IA, assim como a infraestrutura que a sustenta, requer uma elevada quantidade de energia e recursos. Por outro lado, a tecnologia pode também ser uma aliada na hora de ajudar as empresas a construir produtos, serviços e infraestruturas, identificando fontes de desperdício e a optar por alternativas mais ecológicas que tornem a IA, por si só, também mais sustentável.

    Noutra perspetiva, a IA pode ajudar igualmente em problemas de outra dimensão como é o caso das alterações climáticas, através de imagens de satélite que identifiquem desflorestação, por exemplo.
Tags

NOTÍCIAS RELACIONADAS

RECOMENDADO PELOS LEITORES

REVISTA DIGITAL

IT INSIGHT Nº 41 Janeiro 2023

IT INSIGHT Nº 41 Janeiro 2023

NEWSLETTER

Receba todas as novidades na sua caixa de correio!

O nosso website usa cookies para garantir uma melhor experiência de utilização.