As tendências para a tecnologia, media e telecomunicações

A Deloitte lançou aquelas que acredita que vão ser as tendências para 2020 no setor de tecnologia, media e telecomunicações e que inclui, entre outros, 5G, robôs e publicidade em vídeo

As tendências para a tecnologia, media e telecomunicações

A Deloitte lançou o “TMT Predictions 2020” que destaca as dez tendências no mercado da Tecnologia, Media e Telecomunicações: smartphones, TV por antena, publicidade em vídeo, robots e 5G são algumas das principais novidades a marcar a agenda.

Em 2020, as receitas de Tecnologia, Media e Telecomunicações vão ser provenientes de cinco subindústrias, com os smartphones a ficar com a principal fatia do mercado, com 1 bilião de dólares, seguido dos data centres e software empresarial (660 mil milhões dólares), televisão (600 mil milhões dólares), Internet of Things (500 mil milhões dólares) e computadores (400 mil milhões de dólares)”, refere Sérgio do Monte Lee, Partner da Deloitte e Líder da industria de TMT.

O mercado de smartphones gerará uma receita de cerca de um bilião de dólares em 2020, impulsionado pelo robusto e contínuo crescimento dos acessórios e negócios paralelos, como a publicidade e apps. Prevê-se que até ao final de 2020, os acessórios e negócios paralelos representem um volume de negócios equivalente ao da venda de equipamentos, cerca de 500 milhões de dólares.

A televisão por antena mantém-se resiliente e poderá chegar a dois mil milhões de pessoas em 2020, que veem alguma TV via antena. A televisão terrestre vai apoiar a indústria da televisão a manter o seu crescimento, mesmo tendo em conta a redução do tempo em frente ao televisor e, em alguns mercados, o aumento dos cancelamentos das subscrições de televisão, substituindo por conteúdos de vídeo via internet. Os dados revelam que o dividendo digital de libertação do espetro ainda vai ter que esperar.

A Deloitte prevê que a receita global de serviços de vídeo suportados por anúncios atingirá os 32 mil milhões de dólares em 2020. O continente asiático, incluindo China e Índia, liderará as receitas com 15,5 mil milhões de dólares no próximo ano, cerca de metade das receitas totais globais. Na China, Índia e em toda a região da Ásia-Pacífico, o vídeo suportado por anúncios será o modelo dominante de entrega de vídeos para os consumidores. Nos Estados Unidos, o vídeo suportado pela publicidade irá também crescer, apesar de se manter como modelo predominante a assinatura sem anúncios.

A Deloitte prevê, que até ao final de 2020, mais de cem empresas em todo o mundo irão começar a testar implantações privadas de 5G, investindo algumas centenas de milhões de dólares em recursos e equipamentos. Para muitas das maiores empresas do mundo, as redes de 5G privadas vão tornar-se a opção preferencial, especialmente em contextos industriais, como fábricas, centros de logística e portos.

A nova geração de chips de inteligência artificial irá reduzir as frustrações causadas pela falta de conexão à Internet nos smartphones, graças à integração do chip de inteligência artificial no dispositivo. Em 2020, estima-se que um em cada três smartphones terá um chip de inteligência artificial. Neste ano serão vendidos mais de 750 milhões de chips de inteligência artificial - chips ou partes de chips que realizam ou aceleram tarefas de machine learning no dispositivo, em vez de um data center remoto – e este mercado continuará a crescer muito mais rapidamente do que o mercado geral de chips.

A previsão da Deloitte para as vendas de robots para fins empresariais é de cerca de um milhão a nível global em 2020, sendo que destes cerca de metade terá como destino a prestação de serviços profissionais nas organizações, estimando-se que gerem uma receita de 16 mil milhões de dólares – 30% mais do que em 2019. De acordo com os dados do estudo da Deloitte, TMT Predictions, o número de “robots corporativos” vai ultrapassar o número de “robots industriais” em unidade já em 2020, e em termos de receita angariada em 2021.

Em 2020, o mercado global de audiobooks crescerá 25%, cerca de 3,5 mil milhões de dólares, e o mercado global de podcasting aumentará 30% em relação a 2019, atingindo 1,1 mil milhões de dólares em 2020, ultrapassando a marca de 1 mil milhão de dólares pela primeira vez.

Tags
Notícias relacionadas

RECOMENDADO PELOS LEITORES

REVISTA DIGITAL

IT INSIGHT Nº 23 janeiro 2020

IT INSIGHT Nº 23 janeiro 2020

NEWSLETTER

Receba todas as novidades na sua caixa de correio!

O nosso website usa cookies para garantir uma melhor experiência de utilização.