Digitalização do setor de recursos humanos consolida-se em Portugal

Um novo estudo nota que a digitalização de recursos humanos em Portugal está num bom caminho – chegando a 84% –, mas ainda abaixo da média europeia, e que a grande maioria das empresas já recorre a softwares especializados para a gestão de tarefas de RH

Digitalização do setor de recursos humanos consolida-se em Portugal

A transformação digital está a ter um grande impacto na gestão de Recursos Humanos (RH) nas empresas a nível global, incluindo Portugal, e as empresas procuram cada vez mais softwares especializados para a gestão dos RH. As conclusões proveem do novo Estudo de RH 2021 da Factorial, que refere, também, que as mudanças na forma de trabalhar conduziram a melhorias significativas na vida dos colaboradores. Neste momento, o benefício mais valorizado em todos os países inquiridos é a possibilidade de conciliar a vida profissional e pessoal.

No caso português, o nível de digitalização do setor dos RH é bastante significativo – chegando a 84,2%. Contudo, ainda é ultrapassado por grande parte dos países europeus, como o Reino Unido (96%), a Alemanha (94%), Espanha e França (ambos 91%); sendo equiparável apenas a Itália (84%).

Ainda assim, o ritmo de digitalização em Portugal é bastante promissor em termos laborais, nota a Factorial, e o salto para o cenário digital é cada vez mais percetível. Assim, cerca de 46% dos colaboradores nacionais reconhece ter aumentado a produtividade graças ao teletrabalho, e 74% valoriza o equilíbrio entre trabalho e vida pessoal que agora consegue ter.

Do outro lado do Atlântico, na América Latina, países como a Argentina, Colômbia, México e Brasil seguem a ritmos diferentes da Europa, apresentando níveis de digitalização que variam entre os 70-80%, mas também com uma clara tendência para o teletrabalho e a digitalização dos RH. Finalmente, os EUA, com quase 300 milhões de utilizadores conectados à Internet, apresentam uma digitalização na ordem dos 90%.

O caso português

Adicionalmente, a Factorial descobriu que a maioria das empresas portuguesas já recorre a softwares especializados para a gestão de RH, como para os recibos de vencimento (66%), controlo horário (58%) e gestão de férias e ausências (51%), entre outras tarefas. O ambiente de trabalho contribui para esta tendência, pelo que as empresas que introduziram flexibilidade de horário e implementaram modelos de gestão de pessoas procuram cada vez mais estes softwares especializados.

O estudo nota que estas plataformas digitais são tanto aliadas para as empresas – uma vez que facilitam a gestão de processos internos e permitem uma melhoria da comunicação interna entre os níveis de gestão e os restantes colaboradores –, como para os colaboradores – permitindo poupar horas de trabalho em processos manuais, melhorando a sua autonomia e produtividade.

Mais, em 2021, a gestão de talento em Portugal manteve-se estável, com a taxa de rotatividade nas empresas a estabilizar nos 55%, os onboardings a subir cerca de 29% e os offboardings a diminuir cerca de 24%. Contudo, Portugal apresenta ainda relevantes disparidades salariais entre géneros: apesar de cerca de 63% dos cargos de RH serem ocupados por mulheres, são os homens quem recebe melhores salários, em todos os cargos e em todas as faixas salariais.

Apesar do teletrabalho ter melhorado o bem-estar dos colaboradores, a incerteza ligada à pandemia levou ao aumento do stress das equipas. Nesse sentido, cerca de 22% dos inquiridos portugueses diz que, desde o início da pandemia, a sua produtividade foi afetada pelo stress. Cerca de 16% acredita, também, que as empresas ainda não colocam a redução do nível de stress como uma prioridade, e apenas 10% refere que a sua organização implementou medidas de combate ao stress. Assim, a Factorial conclui que o grande desafio dos RH para 2022 estará em colocar o foco na saúde mental dos colaboradores.

Tags

NOTÍCIAS RELACIONADAS

RECOMENDADO PELOS LEITORES

REVISTA DIGITAL

IT INSIGHT Nº 39 Setembro 2022

IT INSIGHT Nº 39 Setembro 2022

NEWSLETTER

Receba todas as novidades na sua caixa de correio!

O nosso website usa cookies para garantir uma melhor experiência de utilização.