TP-Link apoia Boavista FC na estratégia de vitória

A TP-Link e o Boavista FC estabeleceram uma parceria tecnológica para a renovação da infraestrutura de redes do Estádio do Bessa, no Porto.

TP-Link apoia Boavista FC na estratégia de vitória

Construído em 2003, o Estádio do Bessa vai ser alvo de uma restruturação no que diz respeito à sua rede, de forma a garantir uma cobertura total da área do estádio. A nova infraestrutura implementada pela TP-Link conta com pontos de acesso que garantem a cobertura e a velocidade de acesso, com base nos modelos Omada.

O desafio

O Boavista FC necessitava de renovar a sua infraestrutura de rede de forma a garantir uma conetividade fiável e constante para assegurar elevadas velocidades de acesso à rede sem fios.

O desafio estava em abranger as áreas definidas com serviços Wi-Fi estável, eficiente e com uma experiência fluída de acesso aos vários serviços online. Para Reinaldo Ferreira, Diretor de Marketing e Tecnologias de Informação do Boavista FC, “não é suficiente “ter rede”, é necessário proporcionar uma experiência de utilização “transparente”. E isto só é possível com uma solução baseada na qualidade do sinal Wi-Fi nas diferentes áreas e na eficiente distribuição de tráfego através da infraestrutura de rede”.

A solução

“Com a consolidação da presença da TP-LINK no mercado SMB, a escolha das nossas soluções foi mútua. A gama de produto OMADA e JetStream está perfeitamente preparada para enquadrar projetos desta natureza, cumprindo com as necessidades e futuras evoluções”, assegura Carlos Costa, Pre-Sales Engineer e Networking Technical Support da TP-Link.

Este ano, a TP-LINK lançou a nova plataforma OMADA SDN Cloud Controller que integra vários equipamentos de rede, incluindo Access Points, Switch e Gateways, que disponibiliza uma gestão centralizada 100% cloud. Esta solução cria uma rede dinâmica e escalável, controlada a partir de uma única interface.

A solução Omada SDN possui várias funções avançadas que oferecem maior eficiência, maior fiabilidade e maior segurança. O acesso à cloud facilita a administração centralizada de diferentes localizações. O acesso a zero-touch permite que os administradores implementem e configurem remotamente redes de vários locais. O painel de controlo é fácil de utilizar e facilita a visualização do status da rede em tempo real, a verificação do uso da rede e da distribuição de tráfego ou até o rastreamento de dados importantes para obter melhores resultados comerciais. Alimentada por inteligência artificial, a TP-Link Omada ajuda a equipa de IT a analisar possíveis problemas de rede e a receber sugestões de otimização para melhorar a eficiência da mesma.

A nova infraestrutura de rede implementada com as soluções TP-Link, conta com pontos de acesso que garantem a cobertura e a velocidade de acesso Switch com gestão e PoE e com base nos modelos Omada instalados inicialmente nas áreas técnicas do estádio, incluindo balneários e relvado. A solução OMADA disponibiliza ainda uma gestão centralizada da infraestrutura Wi-Fi, Portal Cativo com funcionalidades para os clientes Wi-Fi no estádio. A plataforma de gestão Wi-Fi OMADA Soft ware Controller garante a melhor gestão para a infraestrutura de Access Points e Clientes Wi-Fi. Aliada a fiabilidade dos nossos produtos EAP225 de interior e os EAP225-OUTDOOR de exterior, todo o ecossistema de gestão implementado, não requer licenciamento adicional, atualizações gratuitas para futura evolução da estrutura Wi-Fi, cumprindo com todas necessidades do Boavista FC.

Os resultados

“A TP-Link assegurou ao Boavista FC a gama de produtos e a consultoria técnica de que precisamos para garantirmos uma resposta assertiva às nossas necessidades e o melhor retorno do investimento possível”, explica o Diretor de Marketing e Tecnologias de Informação do Boavista FC.

Reinaldo Ferreira acredita ainda que os projetos devem ser flexíveis e escaláveis. Com esta proposta, o Boavista FC conseguiu abordar de forma independente cada segmento de utilização, o conjunto de utilizadores e áreas do estádio, faseando o investimento e o retorno e obtendo ganhos imediatos que permitiram justificar os investimentos seguintes.

“Conseguimos gerir a infraestrutura remotamente, implementando configurações e analisando a utilização de forma simples e rápida. Aumentámos muito a confiança dos utilizadores na infraestrutura, o que por sua vez permitiu implementar novos modelos de trabalho, o que neste ano bastante peculiar foi de extrema importância”, conclui. 

Tags

REVISTA DIGITAL

IT INSIGHT Nº 28 Novembro 2020

IT INSIGHT Nº 28 Novembro 2020

NEWSLETTER

Receba todas as novidades na sua caixa de correio!

O nosso website usa cookies para garantir uma melhor experiência de utilização.