Branded Content

Marabuto garante reposição dos servidores graças a solução da StorageCraft

O OneXafe faz parte do portfolio de soluções de backup, recuperação e armazenamento da StorageCraft e foi escolhida pelo Marabuto para a proteção dos seus servidores na eventualidade de ocorrer um ciberataque

Marabuto garante reposição dos servidores graças a solução da StorageCraft

O Marabuto é uma empresa portuguesa de origem familiar que está desde 1954 no ramo do comércio grossista e é constituído por duas empresas: o Cash & Carry (Marabuto) e o Super Plus.

Uma das maiores preocupações do Marabuto e da grande maioria das organizações portuguesas passa por garantir a continuidade do negócio em determinadas situações, como é o caso de ameaças como o ransomware.

O Marabuto tinha como solução de armazenamento seis NAS, o que acabou por se tornar numa das grandes preocupações da estrutura de IT da empresa, uma vez que atualmente, os cibercriminosos conseguem limpar as NAS fazendo-lhes reset. Os backups não devem estar guardados num único sítio, mas este deve garantir a máxima segurança.

“Todos os dias, a primeira coisa que faço ainda antes de sair da cama, é ver se tenho os cinco e-mails que correspondem aos backups. Não ter a preocupação de onde guardo a informação seria despropositado”, explica Filipe Cruz, Manager IT na Marabuto.

A solução

Dado os desafios que enfrentava, o Marabuto procurou então uma solução de backup, recuperação e armazenamento altamente escalável e possível de gerir remotamente.

Filipe Cruz após ter consultado a INFOS – Informática e serviços, S.A., software house da empresa e parceira Premier da StorageCraft, optou pela solução OneXafe e assume-se como cliente fiel da StorageCraft.

A grande vantagem do OneXafe assenta no facto de dispor de uma tecnologia de snapshots imutáveis. Qualquer dado escrito no OneXafe reside em formato de leitura apenas. Se alguém conseguir aceder à appliance e tentar encriptar ficheiros, a solução permite sempre voltar a repor os dados originais a partir dos snapshots em segundos e até impede tentativas maliciosas para apagar dados.

O OneXafe garante que toda a informação está centralizada no mesmo local. Existe uma replicação para uma NAS que está geograficamente distante, mas já não existe a preocupação da NAS estar relativamente desprotegida, uma vez que existe uma garantia.

Outra das grandes vantagens desta solução é que é bastante simples de trabalhar, sendo que não exige grandes configurações, ao contrário do ambiente das NAS que apresenta bastantes aplicações, firmwares, etc.

As únicas configurações do OneXafe são ao nível do grau de autenticação, importante em termos de segurança.

Além disto, não é possível ver os ficheiros no portal, ou seja, é impossível saber o que está ao certo dentro da appliance, apenas sabemos o espaço em disco em percentagem.

No portal podemos ainda definir qual o período para retenção dos snapshots, isto é, durante quanto tempo é que os pretendemos guardar.

Quanto à implementação desta solução, este foi um processo bastante rápido, uma vez que desde o momento em que o parceiro começou a preparar a appliance e a testá-la até ao momento em que a solução estava pronta a funcionar passou menos de uma semana.

No futuro, existe o objetivo de adquirir um segunda OneXafe.

Para Filipe Cruz, “o OneXafe é a solução para garantir a continuidade do negócio. Eu sei que se for atacado, vou ter um problema nos meus servidores e vou ter que os repor, mas perco apenas uma manhã, em vez de perder um ano de trabalho”.

Os resultados

O Marabuto começou a trabalhar com a solução OneXafe da StorageCraft há relativamente pouco tempo e já começou a ver resultados. Em termos de produtividade, para o end user, não existe grande diferença, uma vez que o file sharing continuo a ser atualizado e a appliance utilizada para backups. Por outro lado, a aposta nesta utilização trouxe benefícios para a estrutura de IT.

O OneXafe veio garantir a reposição dos servidores na eventualidade de ocorrer um ciberataque, protegendo assim os dados.

Antigamente existia a preocupação se as NAS se encontravam cheias ou não, e havendo vários backups, tinha de haver uma distribuição entre NAS, originando assim problemas de gestão.

Por outro lado, todos esses equipamentos tinham um custo associado bastante elevado e que não se compara ao valor alocado ao One- Xafe. Para Filipe Cruz, esta solução está a cumprir todos os requisitos propostos.

 

Conteúdo co-produzido pela MediaNext e pela StorageCraft

Tags

REVISTA DIGITAL

IT INSIGHT Nº 32 Julho 2021

IT INSIGHT Nº 32 Julho 2021

NEWSLETTER

Receba todas as novidades na sua caixa de correio!

O nosso website usa cookies para garantir uma melhor experiência de utilização.