Fujitsu desenvolve nova infraestrutura tecnológica da Ascendi

A Ascendi processa 1.5 milhões de transações por dia e encontrou na Fujitsu a solução para melhorar o tempo de resposta do seu Serviço de Apoio a Clientes

Fujitsu desenvolve nova infraestrutura tecnológica da Ascendi

A Ascendi pôs em marcha o desenvolvimento de uma nova infraestrutura de processamento e armazenamento de dados, com base em soluções da Fujitsu e com o suporte da Noesis ao nível da implementação.

As necessidades

Além de pretender aumentar o desempenho global do sistema, a Ascendi procurava uma solução robusta e escalável para acomodar o crescimento do negócio. “O investimento na nova infraestrutura tecnológica visou fazer face às necessidades geradas pela evolução no negócio de cobrança de portagens, implementado em 2010, que tem vindo a requerer um elevado e crescente número de transações em processamento, fruto das várias operações que foi incorporando”, refere Pedro Pinto, diretor de portagens e de Sistemas de Informação da Ascendi. Para colmatar os desafios que enfrentava, a Ascendi decidiu fazer um upgrade à infraestrutura inicial, evoluindo para uma que conseguisse suprir as necessidades emergentes, “nomeadamente a nível da performance (capacidade de armazenamento e de processamento), disponibilidade e produtividade”, explica Pedro Pinto.

A solução

A nova solução consegue reduzir a latência no acesso ao armazenamento, proporcionando uma plataforma não disruptiva para com os sistemas e bases de dados já em utilização. A plataforma de virtualização permite ainda a disponibilização de todos os sistemas não produtivos em máquinas virtuais.

“A Noesis e a Fujitsu avaliaram as necessidades, desenharam a arquitetura e dimensionaram os recursos de forma a responder aos requisitos e implementaram a nova infraestrutura tecnológica. Esta implementação incluiu a integração da infraestrutura com as aplicações de negócio”, indica Pedro Pinto, storage business development manager da Fujitsu. “Robusta e escalável”, segundo este responsável, a solução permite “acomodar facilmente o crescimento do negócio da Ascendi, com a possibilidade de reutilização da infraestrutura existente, de forma transparente e elástica através de uma camada de virtualização”.

A implementação tentou ser o menos disruptiva possível. Embora tenha introduzido componentes tecnológicas de última geração, a compatibilidade e arquitetura previamente instalada esteve sempre assegurada, sendo mesmo o fator-chave na avaliação da solução. Para que o tempo de resposta pudesse ser reduzido e o desempenho no tratamento de dados pelas aplicações de negócio da Ascendi fosse otimizado, foi utilizada tecnologia All-Flash.

“A capacidade de processamento de última geração e o sistema de armazenamento All-Flash garantem o melhor aproveitamento da capacidade de processamento, tornando a plataforma ímpar no que diz respeito à performance dos sistemas”, sublinha Pedro Pinto. “Este desempenho também distingue a solução pela capacidade de proteção e segurança de dados da Ascendi”.

Ao nível da implementação da solução, a Fujitsu e a Nosesis depararam-se com desafios que se prenderam, essencialmente, “com a dimensão do volume de dados transacionados diariamente e a necessidade de evoluir a plataforma tecnológica num curto espaço de tempo, garantindo sempre a continuidade do negócio”.

Os benefícios

A Ascendi conseguiu reduzir significativamente a latência no acesso ao armazenamento, dispondo agora de uma plataforma não disruptiva com os sistemas e bases de dados já em utilização. A plataforma permite ainda “a possibilidade de disponibilização de todos os sistemas não produtivos em máquinas virtuais”, explica o responsável de negócio da Fujitsu.

A nova infraestrutura da Ascendi obteve um redimensionamento, tendo em conta as caraterísticas da sua atividade. “Puderam ser constatados incrementos de performance técnicos na ordem dos 500%, que se traduziram em alguns ganhos de produtividade demonstrada pelos utilizadores destes sistemas. De referir que a Ascendi processa diariamente cerca de 1,5 milhões de transações, que se transformam em cerca de 500 mil viagens”, adianta o diretor de portagens e de Sistemas de Informação da Ascendi.

Segundo a Ascendi, a implementação permitiu ainda:

I. Uma maior celeridade no Serviço de Apoio a Clientes, decorrente do aumento de agilidade e de produtividade.

II. Escalabilidade, possibilitando que a solução evolua com o negócio e que possa sustentar o desenvolvimento de novos processos digitais. Após a implementação da solução, a Ascendi conseguiu obter maior agilidade e capacidade no processamento e armazenamento de dados, tal como procurava. Além disso, com este aumento do desempenho global dos seus sistemas, a Ascendi afirma ter conseguido uma redução das despesas operacionais (OPEX) por via do novo ambiente implementado pela Fujitsu.

Tags

RECOMENDADO PELOS LEITORES

REVISTA DIGITAL

IT INSIGHT Nº 17 Janeiro 2019

IT INSIGHT Nº 17 Janeiro 2019

NEWSLETTER

Receba todas as novidades na sua caixa de correio!

O nosso website usa cookies para garantir uma melhor experiência de utilização.