Diversidade no trabalho impacta produtividade dos profissionais

Segundo o estudo, a principal razão para os profissionais não serem totalmente verdadeiros no local de trabalho prende-se com a vontade de manter a vida profissional da vida pessoal

Diversidade no trabalho impacta produtividade dos profissionais

Novos dados de uma investigação da Michael Page indicam a importância da diversidade e inclusão no ambiente de trabalho, onde todos se sintam valorizados, independentemente da orientação sexual ou identidade de género.

Segundo os especialistas, a discriminação de género no local de trabalho ainda ocorre com frequência, contudo, incluindo em Portugal. De acordo com os dados, em Portugal, apenas 34,5% dos profissionais refere que pode ser totalmente autêntico no local de trabalho. Segundo o estudo, a principal razão para os profissionais (59,1%) não serem totalmente verdadeiros no local de trabalho prende-se com a vontade de manter separada a sua vida profissional da vida pessoal. A este fator, acrescenta-se ainda as preocupações de que a informação prejudique o desenvolvimento da carreira.

Relativamente à diversidade de género para a construção de um bom ambiente de trabalho, 82% afirma considerar importante e 40,1% muito importante. No entanto, quando questionados sobre as práticas da sua empresa relativamente à orientação sexual e identidade de género, 40,9% refere que a sua empresa não desenvolve ações específicas e apenas  cumpre as obrigações legais e 23,2% refere que a empresa em que está poderia desenvolver mais iniciativas. A ambição de participar ativamente em iniciativas de inclusão e diversidade organizadas pela sua empresa é mencionada por 61,1% dos entrevistados.

Embora mais de metade (55,9%) dos profissionais portugueses se revele favorável à discriminação positiva/ação afirmativa (incluindo cotas) para incentivar uma distribuição de género mais equilibrada nas empresas, a análise por género mostra que menos de metade dos homens (47,9%) são favoráveis. 

A inclusão é um aspeto relevante para o bem-estar da organização que beneficia de uma força de trabalho equilibrada, com impacto na produtividade, diz a Michael Page. “A diversidade é importante, mas não garante o sucesso. Um local de trabalho inclusivo é o segundo passo. Todos no local de trabalho terão de se aceitar mutuamente para conseguir atingir esse objetivo”, diz João Bernardo Gonçalves, Executive Manager da Michael Page. 

 

Tags

NOTÍCIAS RELACIONADAS

REVISTA DIGITAL

IT INSIGHT Nº 47 Janeiro 2024

IT INSIGHT Nº 47 Janeiro 2024

NEWSLETTER

Receba todas as novidades na sua caixa de correio!

O nosso website usa cookies para garantir uma melhor experiência de utilização.