Os desafios do armazenamento e gestão de dados no “novo normal”

As equipas de IT enfrentam uma série de desafios no que diz respeito ao armazenamento e à gestão de dados no “novo normal” a que as organizações se adaptam numa era pós-pandémica

Os desafios do armazenamento e gestão de dados no “novo normal”

A Infinidat publicou uma lista de desafios-chave em matéria de armazenamento e gestão de dados que as equipas de IT enfrentam nas atuais circunstâncias de incerteza financeira devido à crise pandémica

A incapacidade de os fornecedores de IT entregarem o hardware de uma forma oportuna – algo que está na ordem do dia – pode fazer com que a empresa chegue tarde ao mercado com a sua melhor iniciativa”, refere Israel Serrano, Country Manager da Infinidat Ibéria. “E tudo isto num momento em que, pela primeira vez em mais de uma década, os investimentos em IT vão voltar a baixar”. Segundo previsões da Gartner, em 2020, o investimento mundial em IT sofrerá uma redução de 8% face a 2019.

Perante esta incerteza financeira, os especialistas da Infinidat recomendam que as empresas tenham em conta algumas chaves de eficiência em termos de rendimento e custos: 

  • Custos. As empresas estão a reconsiderar os seus investimentos em IT e querem obter mais por menos. Isto passa por procurar oportunidades de consolidação para manter menos sistemas e mais rentáveis, automatizar processos para libertar pessoal de IT ou renovar o esquema de preços.
  • Liquidez. Enquanto, no passado, a infraestrutura se adquiria tendo em conta as necessidades a três ou cinco anos, hoje o imprevisível da procura obriga das IT a conter ao máximo os gastos para que este seja feito apenas e só quando houver real necessidade. A chave está em manter a liquidez tanto quanto seja possível.
  • Time-to-market. As unidades de negócio estão sob pressão para conseguir novas fontes de receitas, novas oportunidades de negócio e a manutenção da atividade. Isto cria um clima de incerteza para los departamentos de IT, que necessitam de deferir os investimentos até que exista uma clara necessidade e, ao mesmo tempo, suportar a velocidade que as unidades de negócio exigem para capitalizar novas oportunidades.
  • Pricing. Geralmente é menos dispendioso comprar infraestrutura em modo CapEx (como investimento em capital). No entanto, a incerteza do mercado pode fazer com que a flexibilidade das compras em modo OpEx (como despesa operativa) se torne mais atrativa, já que é impossível planificar a infraestrutura antecipadamente quando não se sabe como priorizar a redução dos custos e onde exatamente se devem evitar os compromissos de longo prazo.
  • Pessoal e despesas administrativas. Algumas empresas serão obrigadas a fazer cortes nas suas equipas de IT, o que aumentará a carga sobre os restantes elementos da empresa e, como resultado, alguns processos de negócio acabarão por abrandar. Os responsáveis de TI têm que agir rápido e encontrar formas de consolidar os componentes da sua infraestrutura para minimizar o número de pontos de gestão e compensar a redução de pessoal.

Perante estes desafios, as empresas estão a considerar várias opções. Uma delas é passar tudo para a cloud pública. Na ótica dos especialistas da Infinidat, esta opção é ventajosa para as grandes organizações, mas não para as pequenas e médias empresas, que, em muitos casos, não conseguem assumir o seu custo. Outra opção é realizar investimentos de curto prazo, o que pode ajudar a deferir custos de infraestrutura, mas normalmente propicia também a criação de silos isolados que requerem mais gestão e são mais difíceis de automatizar.

A fim de resolver este dilema, a Infinidat propõe redefinir o papel da cloud privada. “A maioria das empresas já opera em ambientes de cloud híbrida e executa diversas workloads on-premises, dentro da sua cloud privada”, explica Israel Serrano. “Os responsáveis de IT que estejam dispostos a redefinir a sua estratégia encontrarão o compromisso perfeito entre a agilidade da cloud pública e a rentabilidade da cloud privada”.

Tags

RECOMENDADO PELOS LEITORES

REVISTA DIGITAL

IT INSIGHT Nº 26 Julho 2020

IT INSIGHT Nº 26 Julho 2020

NEWSLETTER

Receba todas as novidades na sua caixa de correio!

O nosso website usa cookies para garantir uma melhor experiência de utilização.