Branded Content

"Disruption kills"

Quando se fala de disrupção, a primeira associação que fazemos é com tecnologia. Tecnologia aplicada a todos os aspetos da nossa vida, tanto a nível pessoal como empresarial. A tecnologia não só impulsiona a disrupção, como é motivada por ela.

"Disruption kills"

Não são difíceis de encontrar fontes de disrupção. Mudanças nas preferências dos clientes, guerras de preços e descontos, hiper competição, produtos inteligentes, transformação digital, sustentabilidade ambiental, mudanças regulatórias, e neste ano atípico que vivemos, uma pandemia global. Todas estas fontes contribuíram para mudanças alucinantes.

Embora a mudança per si não seja algo novo, o ritmo da mudança está a acelerar e as disrupções estão a multiplicar-se, resultando num ambiente sem precedentes para os fabricantes e industriais. Num mundo com crescentes perturbações e turbulência, as empresas necessitam de se adaptar rapidamente às mudanças e inovar para obterem vantagens competitivas.

Se não sabemos como será o futuro, mas sabemos que será diferente, a melhor coisa que podemos fazer é desenvolver a capacidade de adaptação, de nos reinventarmos e de nos conseguirmos adaptar rapidamente a toda esta exigência de mudança.

Perguntas difíceis precisam de ser feitas. “As nossas empresas existirão daqui a 10 anos?” O sucesso nunca foi garantido, mas agora, mais do que nunca, a sobrevivência em si está longe de estar garantida. Fazer a pergunta ajuda a focar no que será necessário para aumentar as probabilidades.

Analise o que o espera. O que funcionou no passado pode não funcionar no futuro. Uma avaliação crítica é necessária. Temos a opção de escrever o nosso próprio futuro, em vez de tê-lo escrito para nós. Citando Ralph Waldo Emerson “Não vá onde o caminho o leva, vá por onde não há um caminho e deixe as suas pegadas”.

Para tal, a atividade das empresas tem que estar suportada em tecnologias orientadas a resultados e que permitam com a rapidez necessária, adaptar-se a novas necessidades e realidades, mudar processos (por vezes até a sua atividade core), obter insights, estreitar a relação com os clientes, envolver os seus colaboradores, etc.

Optar por ignorar essas mudanças não as impede de afetar a sua empresa, mas exige uma resposta mais rápida e dinâmica para se manter à frente da concorrência. A adaptabilidade e a capacidade de resposta são agora vantagens competitivas à medida que os fabricantes se esforçam por permanecer na vanguarda das mudanças e necessidades dos negócios.

Nunca a escolha de um fornecedor de Software de Gestão foi tão determinante. Surge aqui outra questão difícil, “O seu ERP é suficientemente ágil?”

Porque falham os ERP´s?

Os projetos de ERP fracassados resultam muitas vezes do empenho dos fornecedores de ERP nos “Três erros do ERP na Produção.” Estes incluem: (1) uma falta de contínua melhoria na abordagem, (2) uma concentração única no software, e (3) assumir que o trabalho terminou quando a solução é implementada. Estes erros estão todos associados a um foco mal orientado nas funcionalidades do ERP e é necessário encontrar um fornecedor que evite estes erros e aporte valor à competitividade e adaptabilidade da sua empresa. Mais fácil falar do que fazer? Sim, mas há um caminho a seguir e queremos partilhá-lo consigo.

Em Portugal, a INFOS é um dos principais fornecedores de tecnologia de informação e gestão empresarial nos setores em que atua. Premiada com o reconhecimento de I&D pela ANI em Portugal, ao longo dos seus 30 anos de história, apostou sempre na inovação e primou pelo seu pensamento fora da caixa.

Além de aportar valor, tem sempre como principal preocupação contribuir para o crescimento do negócio dos seus clientes. Especializou-se no fornecimento de software vertical, para atender às necessidades específicas dos setores que endereça, nomeadamente Têxtil, Vestuário, Calçado, Distribuição e Retalho.

Com parceiros tecnológicos como a Progress, Fujitsu, SOPHOS, QLIK e StorageCraft, estabelece este ano a parceria com a QAD, empresa Multinacional, líder de software e serviços empresariais flexíveis e na nuvem, alargando assim o portfólio de soluções da INFOS e passando a atuar globalmente em setores como os de: Life Sciences, Indústria de Alta Tecnologia, Setor Automóvel, Alimentação e Bebidas e Indústria de Produtos de Consumo.

A INFOS e a QAD organizaram um evento online com um fluxo de pensamento de 30 minutos, que se concentrou na disrupção imprevista nas indústrias e no novo imperativo de transformação. Para assistir, basta aceder ao streaming no site da INFOS ou solicitar por e-mail. No final, obterá também acesso exclusivo a uma ferramenta de avaliação digital, que ajuda a identificar e priorizar as áreas para mitigar o impacto das futuras alterações no seu negócio.

 

Conteúdo co-produzido pela MediaNext e pela Infos

Tags

RECOMENDADO PELOS LEITORES

REVISTA DIGITAL

IT INSIGHT Nº 28 Novembro 2020

IT INSIGHT Nº 28 Novembro 2020

NEWSLETTER

Receba todas as novidades na sua caixa de correio!

O nosso website usa cookies para garantir uma melhor experiência de utilização.