Apesar da recessão, gastos com TIC deverão alcançar os 1,2 biliões de dólares em 2023

Este ano, o crescimento do mercado tecnológico europeu vai ser impulsionado pelo software e pelos investimentos em soluções cloud-first. Apesar da recessão, as perspetivas são positivas para os gastos nas TIC ao nível europeu

Apesar da recessão, gastos com TIC deverão alcançar os 1,2 biliões de dólares em 2023

Os gastos com TIC na Europa deverão atingir os 1,2 biliões de dólares em 2023, ultrapassando 1,4 biliões até 2026. Entre 2021 e 2026, a taxa composta de crescimento anual deverá ser de 5,4%.

Os dados constam do ‘Worldwide ICT Spending Guide: Enterprise and SMB by Industry’ da IDC

Em termos homólogos, a despesa global europeia com TIC deverá crescer 4,2% em termos homólogos. No entanto, as sanções impostas pela União Europeia à Rússia vão traduzir-se numa contração anual do mercado russo nesta área.

Em 2023, o crescimento do mercado tecnológico europeu vai ser impulsionado pelo software e pelos investimentos em soluções cloud-first. O software tem sido, aliás, resiliente às adversidades, aproveitando-se do crescimento de plataformas de inteligência artificial, de plataformas de aplicações, orquestração e aplicações de colaboração, entre outras.

Apesar das empresas olharem para 2023 como um ano de recessão, “as perspetivas para os gastos europeus com TIC permanecem positivas”, afirma Zsolt Simon, analista sénior de investigação da IDC.

O mercado de dispositivos registou uma quebra, fruto da perda de poder de compra dos consumidores, assim como das limitações ao nível de supply chain, com um decréscimo geral de 2,2% este ano. No entanto, os investimentos em serviços empresariais, hardware e serviços de telecomunicações deverão continuar a aumentar.


Previsões

Em 2025, quase 28% do total das receitas europeias em TIC terá origem no setor dos consumidores, com o crescimento homólogo a manter-se abaixo de 1%.
Os setores da banca e da manufatura ocupam a segunda e terceira posição, respetivamente, entre as indústrias que mais gastam. 

No primeiro caso, a aceleração da automatização dos serviços bancários essenciais, a gestão de recursos e a ajuda da inteligência artificial na personalização dos serviços será um dos focos deste setor. No segundo caso, as empresas de manufatura vão apostar em utilizar a tecnologia de forma a lidar com uma quantidade cada vez maior de dados, reduzindo a pressão na equipa através da automação de processos com recurso à robótica.

Tags

NOTÍCIAS RELACIONADAS

RECOMENDADO PELOS LEITORES

REVISTA DIGITAL

IT INSIGHT Nº 50 Julho 2024

IT INSIGHT Nº 50 Julho 2024

NEWSLETTER

Receba todas as novidades na sua caixa de correio!

O nosso website usa cookies para garantir uma melhor experiência de utilização.