Engenheiros de software adotarão práticas de IA e engenharia de plataforma até 2027

As práticas de IA e de engenharia de plataforma serão adotadas a nível geral em software engineering nos próximos dois a cinco anos, prevê a Gartner

Engenheiros de software adotarão práticas de IA e engenharia de plataforma até 2027

De acordo com o Hype Cycle for Software Engineering da Gartner, as tecnologias transformacionais – como engenharia de plataforma, assistentes de codificação de Inteligência Artificial (IA) e engenharia de software aumentada por IA (AIASE) – alcançarão a adoção generalizada dentro de dois a cinco anos.

“A engenharia de software baseada em IA e machine learning (ML) está a mudar a maneira como o software é criado, testado e operado, e a necessidade de IA responsável está a crescer”, afirma Dave Micko, Senior Director Analyst da Gartner. “Práticas como engenharia de plataforma começarão a injetar insights de sistemas implantados nos sistemas que estão a ser desenvolvidos”.

A Gartner considera que estas tecnologias terão um impacto significativo nos modelos de negócio das organizações, impulsionando novas estratégias e, em particular, representando um benefício transformacional esperado na área de engenharia de software.


Assistentes de codificação de IA

Até 2027, 50% dos engenheiros de software corporativos utilizarão ferramentas de codificação baseadas em ML, em comparação com menos de 5% atualmente, segundo as projeções da Gartner. Os produtos de geração de código baseados em modelos básicos têm a capacidade de criar sugestões complexas e mais longas, o que, refere a Gartner, poderá aumentar significativamente a produtividade dos developers.

Atualmente, os developers estão cansados, tendo dificuldades em criar recursos com a rapidez exigida pela procura de software, o que pode levar à insatisfação com a sua situação profissional. Os assistentes de codificação de IA poderão ajudar os developers na realização das tarefas rotineiras e monótomas, libertando-os para se concentrarem em atividades de maior valor, considera a Gartner.


Engenharia de software aumentada por IA

As ferramentas de AIASE possibilitam a automatização das tarefas rotineiras e repetitivas inerentes ao ciclo de vida de desenvolvimento de software, como, por exemplo, código boilerplate e de unit-test, e docstrings, refere a Gartner.

Para além de tornar os developers de software mais produtivos e felizes, a Gartnet destaca os benefícios da utilização da AIASE, como a alocação da capacidade de engenharia de software para iniciativas de negócios com alta prioridade, complexidade e incerteza. Isto permite ajudar as equipas de qualidade a desenvolver testes de autocorreção e caminhos de código não óbvios que detetam problemas, assim como a oferta de correções e a gestão automática de cenários de teste.


Engenharia de plataforma

A engenharia de plataforma fornece ferramentas, recursos e processos de autoatendimento que ajudam os utilizadores da plataforma a agregar valor ao negócio e a gerir os custos e riscos, de acordo com a Gartner.

Segundo a Gartner, muitas empresas digitais estão a adotar práticas de engenharia de plataformas para auxiliar na gestão da complexidade do ecossistema tecnológico, estabelecendo equipas para fornecer plataformas consistentes, integradas e seguras às suas equipas de desenvolvimento e de produto.

Desta forma, a Gartner prevê que, até 2026, 80% das organizações de engenharia de software irão criar equipas de plataforma que funcionarão como fornecedores internos de serviços, componentes e ferramentas reutilizáveis para a entrega de aplicações.

Tags

NOTÍCIAS RELACIONADAS

RECOMENDADO PELOS LEITORES

REVISTA DIGITAL

IT INSIGHT Nº 50 Julho 2024

IT INSIGHT Nº 50 Julho 2024

NEWSLETTER

Receba todas as novidades na sua caixa de correio!

O nosso website usa cookies para garantir uma melhor experiência de utilização.