Software open source impulsiona inovação na indústria de telecomunicações

Tem aumentado o número de organizações das mais diversas indústrias que apostam em software open source para construir as suas infraestruturas de IT e plataformas digitais

Software open source impulsiona inovação na indústria de telecomunicações

O software open source oferece a vantagem de que pode ser projetado e melhorado com os inputs de uma grande comunidade de desenvolvedores, provenientes de todo o tipo de empresas e setores. Nas últimas décadas, a maioria das indústrias tem confiado principalmente em plataformas proprietárias de software e, em muitos casos, totalmente fechadas, o que lhes permitiu ter soluções adaptadas ao seu setor e às suas necessidades.

Na era digital em que vivemos as empresas precisam de interagir com os seus parceiros e clientes, mesmo entre os seus diferentes departamentos, sem problemas de atrito ou compatibilidade. Ao mesmo tempo, as infraestruturas de IT empresariais tornaram-se cada vez mais heterogéneas e as arquiteturas tecnológicas das organizações são mais diversificadas.

É por isto que nas últimas décadas as organizações das mais diversas indústrias têm vindo a apostar cada vez mais em software open source para construir as suas infraestruturas de IT e plataformas digitais. Até agora, este fenómeno não tinha atingido suficientemente a indústria das telecomunicações, mas especialistas afirmam que há uma mudança de tendência para este tipo de software, uma vez que os prestadores de serviços de comunicações (CSPs) estão a perceber que esta é a melhor forma de acelerar a inovação e a prestação de serviços aos seus clientes.

Num relatório recente, os especialistas da ABI Research dizem que o software open source (OSS) está a acelerar a inovação para os CSPs, e acreditam que já está a desafiar o domínio tradicional das soluções proprietárias, patenteadas para esta indústria. E dizem que a OSS tem o potencial de se tornar um dos alicerces fundamentais das implantações em cloud no setor das telecomunicações, um mercado que poderá crescer para cerca de 29 mil milhões de dólares até 2025.

Como explica Don Alusha, analista sénior da ABI Research, "embora os CSPs estejam em diferentes períodos de tempo na sua jornada de digitalização, devem impulsionar coletivamente o progresso da agenda de adoção de fontes abertas. Uma estreita colaboração entre as agências standard e as comunidades de código aberto é um passo nesse sentido." E sublinha que, dado o ecossistema tecnológico global, cada vez mais aberto e interrelacionado, os CSPs devem procurar soluções que lhes permitam trabalhar mais estreitamente com os seus parceiros e clientes, e o caminho reside numa maior utilização do software open source.

Até 2025, estima-se que a adoção da OSS entre as empresas de telecomunicações seja generalizada, embora nem todas as empresas o utilizem ao mesmo nível. 

Estas grandes organizações estão a tornar-se parte de uma vasta comunidade de contribuintes para o ecossistema de software de código aberto, o que ajudará a acelerar a inovação numa chave da indústria para avançar com a digitalização. 

"Apesar dos modelos comerciais, os fornecedores de telecomunicações como a Ericsson, a Huawei, a Nokia e a ZTE podem alavancar o OSS para desempenho e escalabilidade à medida que transitam os seus produtos para a cloud", afirma.

Na opinião de Don Alusha, "a OSS serve atualmente como uma tecnologia de habilitação para estes fornecedores em vez de construir um negócio de OSS. Mas a eventual propagação do 5G pode significar que os fornecedores terão de investir significativamente em projetos de código aberto para desenvolver produtos e serviços ao nível do operador nos próximos 5 anos. Quando isso acontecer, os vendedores terão de canalizar tempo e investimento para estabelecer uma presença em comunidades de código aberto".

Tags
Notícias relacionadas

RECOMENDADO PELOS LEITORES

REVISTA DIGITAL

IT INSIGHT Nº 26 Julho 2020

IT INSIGHT Nº 26 Julho 2020

NEWSLETTER

Receba todas as novidades na sua caixa de correio!

O nosso website usa cookies para garantir uma melhor experiência de utilização.