Setor do retalho deve apostar em IA e machine learning

As técnicas de análise avançada e as soluções de machine learning podem ajudar a prever as necessidades dos consumidores

Setor do retalho deve apostar em IA e machine learning

As empresas do setor de retalho vão precisar de usar uma infraestrutura de dados robusta para antecipar as necessidades dos consumidores, otimizar a cadeia de abastecimento, planear a procura e prever as vendas, segundo a Zebra Technologies.

A previsão é fundamental para o setor de retalho e para as empresas responsáveis pelo fabrico e distribuição de mercadorias embaladas, uma vez que determina as estratégias e o sucesso no mercado. Além disso, é um esforço de equipa, com equipas de compras e até departamentos de marketing, que trabalham em campanhas promocionais. Numa era em que os clientes esperam por experiências cada vez mais personalizadas e satisfatórias, este alinhamento entre todos os departamentos de uma empresa é essencial.

Podemos compreender a previsão como a ciência de prever o futuro através de dados passados e presentes. Esta técnica baseada em algoritmos, soluções de machine learning e a sua exatidão depende tanto da qualidade da informação como dos algoritmos utilizados”, afirma Moez Ali, Solutions Strategy Director da Zebra Technologies. “Ainda mais importante, a previsão é exatamente o eixo do qual a complexa máquina da oferta e da procura depende: um único deslize pode ter efeitos graves em qualquer empresa, desde grandes stocks de produtos não vendidos a prateleiras vazias”.

O planeamento da procura deve começar a recolher e analisar os dados da empresa, como registos de vendas e informações sobre promoções. Os modelos de previsão complexos que usam machine learning e inteligência artificial são usados para incorporar várias fontes de dados. Como resultado, podem identificar padrões de comportamento para prever com precisão a procura por um produto específico.

No setor do retalho, a previsão e o planeamento da procura são desafios únicos. A constante mudança das preferências dos consumidores, que podem mudar rapidamente devido a mudanças nas tendências ou eventos globais que afetam a sociedade ou a economia, é um dos seus maiores problemas. É difícil prever a procura com precisão devido a esta instabilidade porque os dados do passado nem sempre podem ser um bom indicador dos padrões que se pode esperar no futuro.

Outra dificuldade que este setor enfrenta é administrar uma variedade de produtos, cada um com seu próprio ciclo de vida e curva de procura. Os vendedores e empresas de bens embalados produzem milhares de códigos SKU e devem levar em consideração a sazonalidade, pois algumas empresas registam picos de procura em momentos específicos do ano.

Tags

NOTÍCIAS RELACIONADAS

RECOMENDADO PELOS LEITORES

REVISTA DIGITAL

IT INSIGHT Nº 49 Maio 2024

IT INSIGHT Nº 49 Maio 2024

NEWSLETTER

Receba todas as novidades na sua caixa de correio!

O nosso website usa cookies para garantir uma melhor experiência de utilização.