Mercado de insurtech foca-se na inovação e em inteligência artificial

Estudo analisou o mercado mundial de insurtech e revela que o ano de 2023 fechou focado em inovação, seguros digitais, conectados e alimentados por inteligência artificial

Mercado de insurtech foca-se na inovação e em inteligência artificial

A NTT Data lançou o relatório “Insurtech Global Outlook 2024” que, este ano, analisa três vagas de inovação que estão atualmente a redesenhar o setor dos seguros, oferecendo recomendações que derivam das suas principais conclusões e da abordagem global do cenário dinâmico das Insurtech.

O setor dos seguros está a mudar a um ritmo acelerado, sobretudo devido ao contexto de incerteza e imprevisibilidade, bem como ao surgimento de tecnologias emergentes que provocam grandes mudanças à escala global, como os avanços tecnológicos e a transformação digital a nível mundial.

Depois de ter atingido valores de investimento recorde em anos anteriores, o setor sofreu um ajuste significativo em 2023, face ao seu pico em 2021, com a iminência do rebentamento da “bolha”, mas também de uma adaptação estratégica destas empresas à nova realidade económica e política global. Para além deste ajuste, o surgimento de tecnologias inovadoras como a IA generativa potenciou a capacidade da indústria para combater riscos emergentes como as alterações climáticas, a cibersegurança ou a saúde mental, evidenciando a maturidade do setor, que procura sustentabilidade e rentabilidade a longo prazo.

Consequentemente, entre 2021 e 2023, os seguros integrados, os benefícios dos colaboradores e os riscos cibernéticos lideraram o financiamento do setor Insurtech, enquanto os cuidados de saúde surgiram como a linha de negócio com o crescimento mais rápido na comparação com 2018 e 2020.

Nesta edição, o relatório destaca as três vagas de inovação:

  • Seguros digitais: o setor dos seguros, motivado pela digitalização, viu as empresas Insurtech não só a entrarem no mercado, como também a fazerem a transição para a rentabilidade e a sustentabilidade dos seus negócios;
  • Seguros conectados: a segunda vaga, liderada pelos dados em tempo real, está a assistir a uma mudança dos modelos tradicionais baseados na proteção para estratégias de prevenção proativas e abordagens personalizadas aos clientes;
  • Seguros generativos: a última vaga, motivada pela inteligência artificial generativa, está a ajudar as companhias de seguros a criar modelos de elevado impacto na sociedade, respeitando a regulamentação e a ética.

A fusão de tecnologias emergentes com a dinâmica do mercado em evolução cria desafios e oportunidades para as seguradoras, levando-as a adotar modelos, produtos e talentos inovadores para se manterem competitivas na era da IA.

No âmbito destas vagas, a crescente importância da cibersegurança, a ascensão da inteligência artificial (IA) e a consolidação de modelos de negócio inovadores destacam-se como pilares fundamentais para a transformação e evolução do setor. Neste contexto, as Insurtechs evoluíram como uma força importante, de disruptores a facilitadores e catalisadores.

A cibersegurança posiciona-se como um pilar fundamental para o mercado das Insurtech. Mais concretamente, o relatório assinala um investimento de 640 milhões de dólares na área da cibersegurança e um crescimento do número de transações, destacando o foco crescente na proteção contra riscos cibernéticos e na adoção de tecnologias inovadoras. Assim, as Insurtechs focadas em cibersegurança triplicaram o financiamento entre 2021 e 2023, em comparação com os anos de 2018 a 2020.

Ao mesmo tempo, a inteligência artificial está a emergir como um fator de disrupção, abrindo caminho a soluções e modelos de negócio revolucionários para a indústria. Com investimentos de mais de 50 mil milhões de dólares em soluções de machine learning, processamento de linguagem natural e aplicações de IA generativa, os líderes empresariais reconhecem o seu impacto transformador. Noventa e oito por cento dos inquiridos admitem que são necessárias novas competências para trabalhar de forma eficaz com estas ferramentas.

Reconhecemos que a nossa principal responsabilidade é avaliar tanto os riscos como as oportunidades em ambientes altamente regulamentados, caracterizados por uma complexidade crescente, para apoiar os nossos clientes do setor dos seguros”, afirma Bruno Abril, Head of Insurance da NTT Data EMEAL, em comunicado.

O relatório da NTT DATA, contrária ao alarmismo, reflete uma recalibração em vez de um colapso, com o setor pronto para um renascimento motivado por vagas de inovação.

Além disso, como tendência, o estudo enfatiza o triunfo da IA, com um aumento acentuado das tendências de investimento em GenAI, o que orienta o sector para uma nova vaga de inovação. A transformação dos seguros de alto risco, particularmente em resposta aos riscos e oportunidades emergentes associados às Alterações Climáticas, Saúde e Bem-Estar e Risco Cibernético, está a redesenhar a evolução do setor na era atual da IA.

Tags

NOTÍCIAS RELACIONADAS

RECOMENDADO PELOS LEITORES

REVISTA DIGITAL

IT INSIGHT Nº 50 Julho 2024

IT INSIGHT Nº 50 Julho 2024

NEWSLETTER

Receba todas as novidades na sua caixa de correio!

O nosso website usa cookies para garantir uma melhor experiência de utilização.