Gestores do setor da saúde esperam que metaverso tenha impacto positivo

O novo estudo da Accenture – “Accenture Digital Health Technology Vision 2022” - incluiu 391 profissionais de saúde e demonstrou como os avanços tecnológicos estão a ajudar o setor.

Gestores do setor da saúde esperam que metaverso tenha impacto positivo

81% dos gestores do setor da saúde acreditam que o metaverso vai ter um impacto positivo nas suas organizações. Os dados são revelados no novo estudo da Accenture – “Accenture Digital Health Technology Vision 2022”, que incluiu 391 profissionais de saúde, numa pesquisa realizada entre dezembro de 2021 e janeiro de 2022.

O relatório conclui que o “metaverse continuum” representa uma melhoria continua do mundo e da realidade digital e dos modelos de negócio, onde o setor da saúde está incluído.

Kaveh Safavi, senior managing director lead global da área de saúde da Accenture revelou que “houve um grande progresso de investimento em tecnologias digitais por parte das empresas líderes no setor da saúde. O próximo foco é o metaverso, onde poderemos experienciar a internet of place e a internet of ownership na saúde. Por exemplo, as equipas de cirurgia vão aprender novos procedimentos sem serem obrigadas a estar fisicamente presentes na mesma divisão. Ou quando os pacientes estão em viagem, poderão ser capazes de facultar, de forma segura, a sua informação médica a um prestador de cuidados de saúde, de forma simples e eficiente”.

As organizações de saúde, de acordo com o estudo, estão também envolvidas no avanço de outras tecnologias, como é o caso do número de dispositivos de IoT e edge, que aumentaram significativamente durante os últimos três anos. Para 96% dos inquiridos, o sucesso da empresa passará, a longo prazo, da próxima geração informática para a resolução de novos problemas.

“As empresas do setor que começam a investir de forma estratégica com o objetivo de construir uma base digital de alta performance serão aquelas que ajudarão a construir a próxima geração de sucesso no setor da saúde – criando melhores acessos e experiências, aumentando a confiança e gerando resultados maioritariamente positivos”, defendeu Sofia Marta, vice-presidente e responsável pela área de saúde e administração pública da Accenture Portugal.

O relatório da Accenture – ‘Digital Health Technology Vision 2022’ – aponta as quatro tendências tecnológicas para os próximos anos na indústria da saúde:

  • WebMe: A utilização do metaverso como uma experiência digital oferece várias possibilidades aos indivíduos de se conhecerem e interagirem. Estes novos ambientes virtuais permitem simular interações, reduzir os ciclos de aprendizagem e praticar;
  • The Programmable World: Focado na construção da próxima versão do mundo físico no setor da saúde, com a tecnologia a ser incorporada nestes ambientes em três camadas: conectada, experimental e material. Tecnologias como o 5G, ambient computing, realidade aumentada, impressão 3D e materiais inteligentes estão a transformar a indústria num ambiente inteligente, adaptável e programável;
  • The Unreal: Transforma o sintético em autêntico. Neste caso, os dados sintéticos estão a ser utilizados para o treino de modelos em caso em que os dados reais não conseguiriam atuar. Estes dados são capazes de representar o conjunto de dados dos pacientes e dispersar erros relacionados com a falta de diversidade dos dados do mundo real;
  • Computing the Impossible: Perante a impossibilidade de resolver desafios devido à falta de aparelhos mais potentes, o quantum computing vem permitir uma nova solução, com os profissionais de saúde a testarem diferentes realidades. Os dados vão permitir tratar algumas doenças de uma forma mais eficaz, por exemplo.
Tags

NOTÍCIAS RELACIONADAS

RECOMENDADO PELOS LEITORES

REVISTA DIGITAL

IT INSIGHT Nº 40 Novembro 2022

IT INSIGHT Nº 40 Novembro 2022

NEWSLETTER

Receba todas as novidades na sua caixa de correio!

O nosso website usa cookies para garantir uma melhor experiência de utilização.