UE define regras para tecnológicas para combater interferência eleitoral

A Comissão Europeia publicou novas regras que as grandes plataformas tecnológicas devem seguir antes das eleições europeias, que ocorrem em junho deste ano

UE define regras para tecnológicas para combater interferência eleitoral

A Comissão Europeia publicou novas regras que as plataformas tecnológicas devem seguir para combater a desinformação nas eleições europeias em junho. As guidelines do Digital Services Act apenas se aplicam às grandes plataformas e motores de busca – os que têm mais de 45 milhões de utilizadores.

Os oficiais da União Europeia estão preocupados que as eleições sejam um alvo da Rússia em apoio aos seus objetivos políticos, principalmente para enfraquecer o apoio à Ucrânia.

As linhas orientadoras da União Europeia obrigam as grandes plataformas tecnológicas a criar equipas internas com recursos adequados para monitorizar os riscos de interferência “antes, durante e depois das eleições”.

As empresas também vão ter de manter um repositório público de publicidade política atualizada quão próximo quanto possível a tempo real que permite que entidades terceiras tenham a habilidade para identificar quem tem sido alvo de determinado conteúdo.

Tags

NOTÍCIAS RELACIONADAS

RECOMENDADO PELOS LEITORES

REVISTA DIGITAL

IT INSIGHT Nº 48 Março 2024

IT INSIGHT Nº 48 Março 2024

NEWSLETTER

Receba todas as novidades na sua caixa de correio!

O nosso website usa cookies para garantir uma melhor experiência de utilização.