Google diz que multa da União Europeia “não é apropriada”

A multa de 4,34 mil milhões de euros imposta pela União Europeia à Google terá sido mal calculada, diz a tecnológica norte-americana, que pede para que a multa seja retirada ou diminuída

Google diz que multa da União Europeia “não é apropriada”

A Google apresentou um recurso junto dos tribunais europeus para que a multa de 4,34 mil milhões de euros aplicada pela União Europeia, num caso de antitrust, seja reduzida ou completamente retirada. De acordo com a Reuters, a Google alega que a multa foi baseada em cálculos errados e que esta não é uma penalização adequada.

Esta multa resulta de uma investigação ao sistema operativo Android e ao facto de a Google cimentar uma posição de domínio desde 2011 e é, na verdade, a maior multa num caso de antitrust na União Europeia.

A advogada da Google disse ao painel de juízes que “a multa imposta, uns incríveis 4,34 mil milhões de euros, não é apropriada”, explicando, ainda, que o “problema” não é o valor em si, mas “como a Comissão chegou a esses números”.

A Google alega que não houve intenção de anti-competição nem podia saber que a sua conduta era um abuso das leis da UE, até porque não existia nenhum precedente. Assim, diz a advogada da tecnológica norte-americana, citada pela Reuters, “foi errado a Comissão ter imposta esta multa, ainda para mais tendo sido a maior multa alguma vez aplicada”.

Tags
Notícias relacionadas

RECOMENDADO PELOS LEITORES

REVISTA DIGITAL

IT INSIGHT Nº 33 Outubro 2021

IT INSIGHT Nº 33 Outubro 2021

NEWSLETTER

Receba todas as novidades na sua caixa de correio!

O nosso website usa cookies para garantir uma melhor experiência de utilização.