Axians Portugal transforma infraestruturas de rede dos data centers da Sonae MC

A Sonae MC tinha como objetivo encontrar uma solução que viesse não só facilitar a gestão da rede, mas também aumentar a performance e garantir maior resiliência aos sistemas

Axians Portugal transforma infraestruturas de rede dos data centers da Sonae MC

O desafio

Após uma década da instalação, foi necessário renovar a componente de rede nos data centers da Sonae MC, uma estrutura composta por dois polos que se encontravam geograficamente afastados entre si – um em Carnaxide e outro em Matosinhos.

Para concretizar a transformação de uma estrutura tão complexa era necessário identificar uma solução mais adequada ao ecossistema da Sonae MC que facilitasse a gestão da rede, aumentasse a performance e garantisse a maior resiliência aos sistemas.

Este projeto resultou na implementação de dois data centers de alta performance, fisicamente distantes a cerca de 30km e geridos como uma única entidade lógica, utilizando uma arquitetura de alta disponibilidade chamada de “Disaster Avoidance”.

Daniel Valente, da equipa de arquitetura de infraestruturas da Sonae MC, elogia a disponibilidade que a Axians Portugal revelou, desde o primeiro momento, para ajudar neste desafio: “Quando foi desafiada por nós, não era sequer um parceiro nosso, portanto assumiu um risco, o que é digno de relevância”.

A solução

A movimentação do data center de Carnaxide para Riba d’Ave, reduzindo consideravelmente a distância ao data center de Matosinhos, tinha como objetivo permitir que estes dois polos funcionassem como um único data center.

Sendo disruptiva relativamente às redes tradicionais, a Sonae MC começou por demonstrar algumas reservas relativamente à adoção desta solução, mas estas foram dissipadas após terem sido demonstradas as vantagens da solução e a capacidade técnica da Axians para a sua implementação.

“Se houvesse um problema no Porto, existiria a possibilidade de os sistemas tirarem partido desta tecnologia para garantirem os serviços no data center de Riba d’Ave e vice-versa. Este tipo de solução é altamente resiliente, contribuindo de forma muito significativa para a continuidade de negócio em caso de ocorrer qualquer tipo de problema. Em termos técnicos tem sido um processo extremamente exigente, mas para o utilizador esta rede será muito mais fácil de gerir e operar”, refere Nuno Marques, Lead Architect para a componente de data center da Axians Portugal.

Ao contrário do que acontece nas redes clássicas, em que é extremamente complicado para os administradores de rede perceberem o que se está a passar, esta solução de nova geração garante um nível superior de visibilidade.

Posto isto, esta solução foi determinante para o aumento dos níveis de serviço quer em termos de performance, quer em termos de continuidade de negócio, permitindo em paralelo simplificar e acelerar os processos de aprovisionamento de novos serviços. Esta é uma solução de referência a nível mundial para redes de data center de nova geração com uma maturidade tecnológica.

Esta é uma solução em ascensão com uma base instalada num crescimento constante tanto em Portugal, como no resto do mundo.

Os resultados

Este é um processo que ainda está em curso, uma vez que há a possibilidade de escalar esta solução da Axians para outras áreas. Numa fase inicial foi feito o levantamento dos requisitos e, em conjunto com a Sonae MC, a Axians desenhou o que considera ser a melhor e mais vantajosa solução para a Sonae MC, colocando inteligência nas redes.

“Neste processo o cliente entrou logo on board e foi acompanhando o projeto, tendo formação através de vários workshops. A chave do sucesso foi o trabalho como uma só equipa, uma verdadeira parceria”, salienta Nuno Marques que acredita que esta solução transformou a infraestrutura de rede dos data centers da Sonae MC num sistema inovador, resiliente e de alta performance.

Segundo a Axians, o feedback da Sonae MC tem sido extremamente positivo dando origem inclusivamente a um crescimento contínuo tanto ao nível de dimensão da base instalada com ao nível de funcionalidades utilizadas. Após a implementação inicial da solução, têm sido realizadas várias fases num processo de transformação e evolução contínua.

Prevê-se que a solução que a Axians Portugal desenhou para a rede dos data centers da Sonae MC venha a refletir-se também no próprio desempenho do negócio, uma vez que permite automatizar processos com maior facilidade, diminuindo o time to market de novas soluções.

Tags

REVISTA DIGITAL

IT INSIGHT Nº 33 Outubro 2021

IT INSIGHT Nº 33 Outubro 2021

NEWSLETTER

Receba todas as novidades na sua caixa de correio!

O nosso website usa cookies para garantir uma melhor experiência de utilização.