Branded Content

Por que é tão importante a modernização dos data centers

Para muitas pessoas que agora trabalham em casa, a ideia de remodelar um quarto vago para o transformar num espaço de trabalho útil e eficiente pode ser assustadora.

Por que é tão importante a modernização dos data centers

Como pode remodelar um espaço para minimizar todas as distrações e ruídos? As questões são tantas que, provavelmente, continua apenas a ter reuniões no Zoom que são constantemente interrompidas pelo fraco sinal de rede e pelo seu cão a ladrar.

O mesmo acontece no setor dos data centers: a maioria dos profissionais compreende que a modernização da infraestrutura traz ganhos significativos de eficiência, mas a demora na implementação destes projetos é comum. Pode ser um desafio justificar, perante os superiores, a realização de tarefas como a substituição de baterias ou a manutenção de geradores, a substituição/atualização dos sistemas de infraestrutura envelhecidos e fora da garantia, e a migração para um software de DCIM mais atual – e é por isso que muitos continuam a trabalhar nas mesmas condições de sempre, esperando que nada se estrague. Mas este é um comportamento arriscado.

Ferramentas baseadas em dados para construir o seu "business case"

Para poder avançar no projeto, é obviamente necessário um business case fundamentado e que analise o ROI – mas estimar ou quantificar o valor da modernização da infraestrutura pode ser um desafio. Felizmente, já existem ferramentas gratuitas e de fácil utilização que podem ajudar. Os novos sistemas de infraestrutura são mais eficientes em termos energéticos, mais pequenos/leves, mais fiáveis, mais fáceis de implementar e escalar, com uma gestão e manutenção mais simples e também mais ecológicos.

Calcular o valor destas melhorias para o seu negócio é o truque para construir um business case válido e, o valor de cada um dos benefícios é influenciado pelas prioridades e estratégia da sua empresa. Através de variáveis simples, pode calcular a poupança OPEX que advirá da modernização e assim justificar os gastos CAPEX iniciais.

Outros dados a ter em conta

Os fornecedores oferecem, muitas vezes, outros serviços de modernização, para além da venda dos equipamentos a preços simpáticos. Muitos sistemas de infraestrutura modulares têm componentes que podem ser reparados ou atualizados – o que, combinado com a extensão das garantias e a oferta dos serviços de expedição, permite aumentar o tempo de vida de um sistema existente e, ao mesmo tempo, reduzir o risco de falhas ou interrupções.

Outro fator a ter em conta é que infraestrutura realmente necessita de momento – pois é muito possível que o data center tenha sido construído em excesso no que toca à alimentação elétrica e ao arrefecimento. A virtualização e a consolidação podem ter reduzido a dimensão da sua computação ao longo do tempo; e alguns serviços e aplicações atuais já estão, provavelmente, na cloud ou distribuídos em data centers de colocation. O ponto é: as suas necessidades de potência e arrefecimento podem ser muito menores agora do que a capacidade da infraestrutura envelhecida instalada, pelo que essa economia também deve fazer parte do seu business case. Assegure-se de que sabe, também, os planos futuros da sua organização no que toca ao outsourcing de TI, pois eles irão também impactar as necessidades de potência e arrefecimento. E não se esqueça de incluir que, se a dimensão da sua infraestrutura for menor, passam a contar com mais área útil para criar receitas adicionais – como pode esse espaço vir a render e que valor terá?

Um dos pontos cujo impacto financeiro é mais difícil de quantificar é o tempo de inatividade. À medida que a infraestrutura envelhece, o risco de avaria dos equipamentos é maior – mas pode ser difícil saber até que ponto uma avaria vai realmente causar problemas. Tal depende das particularidades do seu esquema de alimentação de energia e arrefecimento e da gestão e manutenção que forem realizadas ao longo do tempo. No entanto, pode ser útil calcular o custo em que incorrerá, por minuto ou hora, no caso de certas aplicações ou funções de TI falharem – se não puder processar pagamentos por 30 minutos ou se a automação da sua fábrica deixar de funcionar a meio do dia, quanto perderá?

Em suma, independentemente da sua área de negócio, há muitos fatores a considerar quando pensar melhorar o tempo de vida útil dos seus equipamentos de TI e data center – esperamos ter-lhe oferecido as bases para a construção do seu business case. 

 

Conteúdo co-produzido pela MediaNext e pela Schneider Electric

Tags

RECOMENDADO PELOS LEITORES

REVISTA DIGITAL

IT INSIGHT Nº 28 Novembro 2020

IT INSIGHT Nº 28 Novembro 2020

NEWSLETTER

Receba todas as novidades na sua caixa de correio!

O nosso website usa cookies para garantir uma melhor experiência de utilização.