Maioria das PME não aceita pagamentos com cartões

Um novo estudo comissionado pela Mastercard Portugal indica que apenas 30% das empresas de menor dimensão aceita pagamentos através de um POS

Maioria das PME não aceita pagamentos com cartões

Apenas 30% das empresas aceita pagamentos através de um POS, percentagem que aumenta para 54% no caso de empresas de média dimensão. Os dados são do “Barómetro de cartões para Microempresas, PME e Médias Empresas”, realizado pela Inmark Europa para Mastercard Portugal.

O relatório conclui que cerca de 27% das empresas revela deter um POS físico, percentagem que sobe para mais de metade (58%) no caso das empresas de média dimensão, e só 8% tem um POS virtual. Inquiridas se utilizam um POS físico ou virtual as percentagens variam consoante a dimensão da empresa: 23,4% dos trabalhadores independentes referem utilizá-lo, percentagem que sobe para 39% no caso das microempresas e 54% nas empresas de média dimensão.

Entre aquelas que aceitam pagamentos com cartões, os motivos apresentados são, predominantemente, a facilidade e conveniência nos pagamentos (60%), seguida da segurança (33%) e da melhoria/facilidade/rapidez das vendas (32%). Outras razões apontadas pelos inquiridos são a exigência por parte dos clientes (19%), fidelização (15%) e querer providenciar um bom serviço (13%). 

Do total das empresas que aceita pagamentos através de um POS, 56% refere que o terminal está preparado para a tecnologia contactless, mas apenas 50% aceita pagamentos através de cartões com essa tecnologia. O valor médio das compras pagas com cartões ronda os 226 euros, enquanto as vendas médias em numerário é de cerca de metade desse valor, ou seja, 121 euros. No que diz respeito ao comércio online, apenas 18% das empresas afirma fazer vendas online, apesar de 31% das empresas já recorrer ao e-commerce para fazer as suas compras. 

Estes dados mostram que, apesar da evolução positiva e da crescente consciencialização por parte dos nossos empresários das vantagens da aceitação de pagamentos com cartões ou da aposta na digitalização, existe ainda um longo caminho a percorrer. Na Mastercard temos vindo a trabalhar, precisamente, para apoiar as PME com as ferramentas mais adequadas à necessária transição digital, que é essencial para poderem servir melhor os seus clientes, dando-lhes a liberdade de escolherem o método de pagamento que lhes for mais conveniente em cada momento, seja em loja física ou online”, afirma Maria Antónia Saldanha, Country Manager da Mastercard em Portugal.

O estudo mostra, ainda, que sete em cada dez microempresas tem um cartão de crédito ou débito empresarial. Em média, as empresas têm 1,40 cartões de empresa (2,04 no caso das médias empresas, 1,86 nas microempresas e 1,37 nos trabalhadores independentes) que usa regularmente para pagar compras de materiais para a empresa (39%), despesas de representação (33%), restaurantes/alimentação (32%), combustível (31%), viagens (26%) ou alojamento (24%).

Quando inquiridas acerca da perceção do nível de gastos empresariais pagos com o cartão de débito ao longo do último ano, 62% das empresas portuguesas refere que se mantiveram, 31% acha que diminuíram e para 7% aumentaram.

Tags

NOTÍCIAS RELACIONADAS

RECOMENDADO PELOS LEITORES

REVISTA DIGITAL

IT INSIGHT Nº 41 Janeiro 2023

IT INSIGHT Nº 41 Janeiro 2023

NEWSLETTER

Receba todas as novidades na sua caixa de correio!

O nosso website usa cookies para garantir uma melhor experiência de utilização.