Dez por cento das PME não guardam os seus dados digitalmente

A terceira edição do estudo "Zurich Prime: Riscos e Oportunidades" revela que uma em cada dez pequenas e médias empresas portuguesas não guardam os dados relativos ao seu negócio em plataformas digitais.

Dez por cento das PME não guardam os seus dados digitalmente

O estudo indica também que os empresários portugueses consideram que a sua empresa não é devidamente significante para ser alvo de um cibercrime.

No que toca a preocupações, o roubo de dados de clientes ou o roubo de dinheiro representam os principais receios dos empresários.

A nível europeu constatou-se que o principal receio é o roubo de dados de clientes, registando-se esta como a primeira opção em Espanha, Itália, Áustria e Irlanda.

A necessidade de recorrer ao crédito também aumentou a nível nacional nos últimos três anos, sendo que 22% das PME referem as condições de crédito atrativas como uma oportunidade importante para o desenvolvimento do negócio, percentagem  que em 2013 estava nos 11%.

No que diz respeito aos riscos para o negócio, 37% dos empresários apontam para o elevado nível de concorrência e o dumping de preços com impacto nas margens de lucro; 30% para a inexistência de procura por parte dos consumidores de determinado produto e excesso de stock; e 19% indicam o roubo.

As PME internacionais mostram interesse em investir em mercados mais segmentados.

Os empresários mais otimistas são os norte e latino-americanos. As empresas norte-americanas demonstraram a sua preferência pelo comércio eletrónico, que consideram ser um dos principais fatores de crescimento dos negócios.

Esta terceira edição foi conduzida pela GFK em 15 países e contou com a participação de cerca de três mil empresários de pequenas e médias empresas.

Tags

NOTÍCIAS RELACIONADAS

RECOMENDADO PELOS LEITORES

REVISTA DIGITAL

IT INSIGHT Nº 50 Julho 2024

IT INSIGHT Nº 50 Julho 2024

NEWSLETTER

Receba todas as novidades na sua caixa de correio!

O nosso website usa cookies para garantir uma melhor experiência de utilização.