Executivos deverão investir na experiência do trabalhador para atrair talento

Os analistas da Forrester acreditam que a escassez de talento não vai parar e recomendam ter uma visão abrangente das tendências laborais para ter uma estratégia ajustada ao futuro

Executivos deverão investir na experiência do trabalhador para atrair talento

O problema da captação e retenção de talento há muito que assombra os executivos tecnológicos. O problema é crescente, segundo a Forrester, e em fevereiro as vagas de trabalho para profissões na área da tecnologia atingiram níveis recorde, aumentando para mais de 388 mil vagas publicadas mensalmente. 

A escassez de talento, aliada às disrupções causadas pela guerra Rússia-Ucrânia e a economias voláteis, vai conduzir a uma inflação substancial, agravando, também, a escassez de mão-de-obra. Só em 2022, a Forrester prevê, pelo menos, um aumento de 7% nos gastos com colaboradores na área tecnológica nos EUA.

Segundo o Bureau of Labor Statistics (BLS), citado pela Forrester, as funções em programação de software e gestão de projetos deverão crescer significativamente na próxima década, com mais de 189 mil vagas a abrirem, em média, de 2020 a 2030. Da mesma forma, prevê-se que especialistas em gestão de projetos e em operações empresariais tenham quase 142 mil vagas profissionais por ano, em média, durante a década.

Adicionalmente, a transformação contínua da força de trabalho deverá resultar num aumento da automatização e na procura adicional de um conjunto de talentos que possa fornecer novas ideias e soluções para desafios ainda desconhecidos. Com as empresas a pensarem na resiliência e em estarem aptas para o futuro, a procura vai aumentar para candidatos completos, que possuam vários tipos de competências, mas que também compreendam as dinâmicas interpessoais necessárias para fazerem parte de uma equipa ágil e adaptável. Assim, os executivos tecnológicos devem acompanhar as competências tecnológicas e as tecnologias emergentes para recrutar e manter uma mão-de-obra qualificada em vários níveis. 

Nesse sentido, os analistas da Forrester acreditam que a solução é competir na experiência do colaborador, elevando as práticas nesse âmbito para reter e recrutar talento. Por outro lado, recomendam ter uma visão abrangente das tendências laborais para ter uma estratégia de trabalho ajustada ao futuro, como indicado no relatório US Tech Labor Market de 2022 da Forrester.

Tags

NOTÍCIAS RELACIONADAS

RECOMENDADO PELOS LEITORES

REVISTA DIGITAL

IT INSIGHT Nº 37 maio 2022

IT INSIGHT Nº 37 maio 2022

NEWSLETTER

Receba todas as novidades na sua caixa de correio!

O nosso website usa cookies para garantir uma melhor experiência de utilização.