Como podem os fornecedores de tecnologia desenvolver sistemas de IA especializada

Há cerca de mais de um ano, afirmei1 que os assistentes pessoais generalistas seriam complementados com modelos de especialistas capazes de adicionar léxico domain-specific, workflows e gráficos de conhecimento

Como podem os fornecedores de tecnologia desenvolver sistemas de IA especializada

Na minha visão, o reconhecimento de voz via Inteligência Artificial (Alexa, Google Assistant, entre outros) deverá recorrer a IA especializada para criar “médicos virtuais”, “advogados virtuais”, “automecânicos virtuais”, etc.

Os providers de produtos e serviços podem agora utilizar tecnologias de plataformas, tais como as extensões ao serviço Comprehend da AWS2 para modelos específicos de machine learning: alavancar as suas competências verticais (vertical expertise) para construir soluções especializadas.

As equipas de desenvolvimento requerem pouca ou nenhuma experiência de machine learning, democratizando assim ainda mais a proliferação da IA. Criar e utilizar modelos de machine learning mantém-se privado (on-premises se for necessário) e recorre a APIs privadas. O seu cloud provider não tem qualquer influência no fluxo de IA e, nesse sentido, os seus modelos de inferência permanecem exclusivamente seus.

 

Como criar um “advogado virtual”

A inteligência artificial está no seu melhor quando é utilizada para identificar estruturas e relações de dados não estruturados. Imagine o vasto repositório de documentos legais e data lakes de sintaxe complexa, palavras e conhecimento. Treine o seu próprio modelo legal de IA às especificidades da sua área legal. Por exemplo, a LexisNexis desenvolveu a sua própria extensão para criar uma solução de especialização legal.

 

Como criar um “médico virtual”

A AWS desenvolveu o primeiro exemplo de um médico baseado em IA, o AWS Comprehend Medical3.

Os registos médicos complexos (do histórico de um paciente ou capturados através das notas de um médico) não reconhecem apenas palavras-chave, mas a IA extrai relações entre vários elementos: demografia do paciente, referências anatómicas, condição médica e medicação prescrita são contextualizados como forma de gerir e prever situações. Os providers de tecnologia para a saúde conseguem otimizar esta plataforma para uma maior especialização.

 

Como criar um “especialista virtual” para outros domínios

Os anúncios da AWS para domínios legais e na área da saúde são um bom presságio para outros potenciais mercados e aplicações: transportes, engenharia mecânica, análise preditiva de falhas são alguns dos exemplos de enormes oportunidades de mercado.

 

Utilize os recursos de Entidades Personalizadas de ofertas de cloud, como o AWS Comprehend, para desenvolver experiências especializadas, treinando os seus próprios modelos de IA personalizados para uma vantagem competitiva.

Outros providers de cloud poderão lançar serviços semelhantes para competir com a AWS.

Os gestores de produtos tecnológicos podem agora desenvolver roadmaps de produto com caraterísticas avançadas de IA. Os profissionais de marketing podem criar uma vantagem competitiva para gerar receitas com a expertise de domínio (domain expertise) de uma nova forma.

Os general managers de tecnologia e os CEO têm uma nova forma de desenvolver as suas organizações e capturar a onda da democratização da IA.

 

Artigo original Gartner

Tags

REVISTA DIGITAL

IT INSIGHT Nº 19 Maio 2019

IT INSIGHT Nº 19 Maio 2019

NEWSLETTER

Receba todas as novidades na sua caixa de correio!

O nosso website usa cookies para garantir uma melhor experiência de utilização.