2020 será o ano da RPA?

Automação Robótica de Processos, ou RPA, será essencial para as empresas em 2020. Trata-se de automatizar as tarefas mais simples e repetitivas, como a recolha de dados de um ficheiro

2020 será o ano da RPA?

A Sage destaca a Automação Robótica de Processos (RPA) como essencial para as empresas em 2020. Denomina-se assim o processo de automatização das tarefas mais simples e repetitivas, como a recolha de dados de um ficheiro e a sua posterior introdução numa aplicação empresarial, por exemplo.

Quando falamos de RPA, não nos referimos a um robot físico. Falamos de uma abordagem para trabalhar em diversas aplicações e softwares e entrar, manter, migrar, integrar e extrair dados em folhas de cálculo”, afirma Aaron Harris, CTO da Sage. “É o equivalente a um colaborador que nunca dorme, come ou comete erros em tarefas que necessitam de ser repetidas com frequência”.

Atualmente, apenas as grandes empresas utilizam a Automação Robótica de Processos numa escala considerável. Em 2020, vamos começar a observar a sua utilização também em pequenas e médias empresas. As receitas de software dedicados à RPA cresceram até aos 846 milhões de dólares em 2018 e até aos 1.300 milhões em 2019. De acordo com dados obtidos pela Gartner, este aumento significativo faz com que este seja o segmento com o crescimento mais rápido no mercado laboral de software empresarial.

A RPA melhora a eficácia no desenvolvimento de tarefas repetitivas e automatizadas. “Dois terços dos processos financeiros estão agora automatizados, de uma forma ou de outra. O restante terço é ocupado por pedidos de informação ad hoc ou humanos”, destaca Aaron Harris. “O próximo passo da RPA é automatizar esses processos. Assim, o resultado será uma gestão de tempo mais útil e eficaz para cada um dos atores implicados nas tarefas”.

Durante os próximos anos, mais empresas com visão de futuro vão começar a partilhar os seus resultados financeiros em tempo real, desbloqueando assim o potencial que há em proporcionar acesso imediato à saúde financeira de uma empresa. Esta é uma previsão baseada no desejo que algumas das grandes empresas tornaram claro: a transparência financeira. A RPA é uma das várias tendências que fomentam um futuro mais automatizado. Os outros fatores chave são a Inteligência Artificial e a transformação digital, que ajudam os profissionais a redesenhar os processos para aproveitar as capacidades digitais, aliviando a carga administrativa e os relatórios.

A tecnologia Blockchain vai crescer novamente?

A tecnologia Blockchain é uma invenção inteligente, mas atravessou o que a Gartner denomina, nos seus hiperciclos, como “o canal da desilusão”. Prometia muito no seu início, mas até ao momento não cumpriu as expectativas criadas. Desde o momento em que surgiu como “a próxima grande inovação”, foram muito poucas as aplicações significativas apresentadas para o Blockchain no mundo real.

Portanto, o que está a atrasar a adoção generalizada do Blockchain? Apresentamos alguns elementos chave: custos, escalabilidade e confiança.

Com líderes industriais, como a Amazon ou a Microsoft, comprometidos com a criação de serviços em torno do Blockchain, vamos começar a observar uma maior adoção generalizada, à medida que se abordem os problemas anteriormente mencionados. A partir de 2020 vão entrar em jogo as soluções aplicáveis ao mundo real.

Tags
Notícias relacionadas

RECOMENDADO PELOS LEITORES

REVISTA DIGITAL

IT INSIGHT Nº 23 janeiro 2020

IT INSIGHT Nº 23 janeiro 2020

NEWSLETTER

Receba todas as novidades na sua caixa de correio!

O nosso website usa cookies para garantir uma melhor experiência de utilização.