Aliança Portuguesa de Blockchain: EMEL Mobility Challenge passa à fase seguinte

O EMEL Mobility Challenge tem como base a criação de uma solução baseada em Blockchain que interligue os registos de propriedade automóvel numa determinada área de influência e os registos de dísticos da EMEL para essa mesma área de influência. A Aliança Portuguesa de Blockchain já apurou as ideias para a próxima fase deste Challenge

Aliança Portuguesa de Blockchain: EMEL Mobility Challenge passa à fase seguinte

A tecnologia Blockchain foi já colocada em prática em aplicações relacionadas com questões de identidade em aspetos como passaportes, identidades digitais, comprovativos de residência, certidões de nascimento e de casamento, identificações, logins online, entre outras. Criar uma identidade em Blockchain pode dar às empresas e indivíduos um maior controlo sobre quem e quais as informações que possui e como acedê-las.

Ao combinar uma Blockchain descentralizada com a verificação de identidade, uma identificação única pode ser interligada de forma a funcionar como uma marca de água que pode ser atribuída a todas as transações de qualquer ativo. Como a tecnologia Blockchain se relaciona com todas as funcionalidades e desafios associados com a identificação e a verificação de transações, esta apresenta-se como uma excelente oportunidade para fazer coincidir a titularidade de um automóvel com um dístico de estacionamento específico.

Entre as propostas a este desafio de Blockchain, é possível encontrar soluções que integram os dados da titularidade de um automóvel e do dístico de estacionamento de entidades como a EMEL e o IMT numa única Blockchain privada. Deste modo, é possível garantir a privacidade dos dados dos cidadãos, bem como o cumprimento adequado dos requisitos legais da EMEL e do IMT.

“Os vários desafios promovidos pela Aliança Portuguesa de Blockchain têm recebido propostas de grande qualidade, mostrando que Portugal e os portugueses conseguem desenvolver soluções inovadoras numa tecnologia nova e disruptiva”, explica Rui Serapicos, da Aliança Portuguesa de Blockchain. “As propostas apresentadas para o desafio promovido pela EMEL mostram que Blockchain pode chegar facilmente a todos os setores e indústrias, como é o caso da Mobilidade”.

Tags
Notícias relacionadas

RECOMENDADO PELOS LEITORES

REVISTA DIGITAL

IT INSIGHT Nº 17 Janeiro 2019

IT INSIGHT Nº 17 Janeiro 2019

NEWSLETTER

Receba todas as novidades na sua caixa de correio!

O nosso website usa cookies para garantir uma melhor experiência de utilização.