Internet da Coreia do Norte sofre maior paralisação em meses

A Internet norte-coreana também esteve 'em baixo' no início do ano, por suspeitas de ciberataque

Internet da Coreia do Norte sofre maior paralisação em meses

A Internet da Coreia do Norte esteve temporariamente offline, disse o investigador de cibersegurança britânico, Junade Ali, à Reuters. O investigador declarou que a Internet do país experienciou uma das suas maiores disrupções em vários meses. O mesmo aconteceu em janeiro, por suspeitas de ciberataque.

Alegadamente, a falha surge no meio de um aumento dos lançamentos de mísseis e de outras atividades militares norte-coreanas – condenadas pelos EUA e aliados – que o país iniciou em outubro e que levaram o Japão e Coreia do Sul a estado de alerta.

De acordo com a Reuters, o acesso à Internet é estritamente limitado na Coreia do Norte e não há uma noção certa de quantas pessoas têm acesso à Internet global, mas os especialistas estimam que seja uma porção de menos de 1% da população total de 25 milhões. 

De acordo com Junade Ali, a Internet do país esteve em baixo em dois momentos durante um período de 2,5 horas, com picos que tornaram a Internet totalmente inacessível no país. “O ‘stress’ da rede é tão grande que os servidores do Domain Name System (DNS) foram desligados por completo e, eventualmente, os principais routers que permitem o tráfego dentro e fora do país inteiramente”, afirma o investigador.

Assim, Junade Ali diz que, pela sua experiência e pelo que viu antes de monitorizar as redes, “ficaria surpreendido se isto não fosse um ciberataque”.

Tags

NOTÍCIAS RELACIONADAS

RECOMENDADO PELOS LEITORES

REVISTA DIGITAL

IT INSIGHT Nº 40 Novembro 2022

IT INSIGHT Nº 40 Novembro 2022

NEWSLETTER

Receba todas as novidades na sua caixa de correio!

O nosso website usa cookies para garantir uma melhor experiência de utilização.