Gastos de IoT na Europa continuam onda de crescimento de dois dígitos

A IDC prevê que os gastos de IoT das empresas europeias vão atingir os 208 mil milhões de dólares em 2022

Gastos de IoT na Europa continuam onda de crescimento de dois dígitos

Dados da nova edição do Internet of Things Spending Guide, relatório global semianual da IDC, indicam que os gastos de IoT das empresas vão atingir os 208 mil milhões de dólares em 2022 na Europa, numa onde de crescimento de dois dígitos até 2026.

Apesar das ainda várias incertezas devido à pandemia, à inflação, à baixa procura, aos constrangimentos na cadeia de valor e aos conflitos geopolíticos, a IDC espera que o mercado europeu de IoT se continue a desenvolver e a expandir, embora a um ritmo mais em relação ao período anterior ao conflito Rússia-Ucrânia.

Em 2022, a maior parcela dos gastos deverá estar no setor da manufatura e recursos, impulsionada por casos de uso relacionados com soluções de manutenção preditiva e gestão de ativos de produção, onde as soluções IoT são usadas para melhorar o rastreio remoto, monitorização e manutenção de dispositivos industriais na cadeia de valor de produção.

A adoção mais rápida deverá recair sobre o carregamento de veículos elétricos na Europa, impulsionado pela expansão dos postos de carregamento de veículos elétricos comerciais na região, com IoT a permitir disponibilidade em tempo real e agendamento de reservas, notificações de cobrança, faturação automatizada e serviços de valor acrescentado, bem como oferecer oportunidades de marketing.

Durante a pandemia, muitas organizações reorientaram os seus planos de investimento tecnológico, visando uma pilha de tecnologia para apoiar a inovação, eficiência e desempenho, mesmo em situações desafiantes – como a Guerra Rússia-Ucrânia – com IoT e automação no core. Com as organizações a procurarem melhorar a produtividade, reduzir custos, orquestrar melhor os recursos e ativos e melhorar a experiência do cliente, o IoT continuará na agenda de muitos líderes tecnológicos nos anos vindouros”, comenta Alexandra Rotaru, research analyst em Data and Analytics na IDC Europe.

 

Tags

NOTÍCIAS RELACIONADAS

RECOMENDADO PELOS LEITORES

REVISTA DIGITAL

IT INSIGHT Nº 39 Setembro 2022

IT INSIGHT Nº 39 Setembro 2022

NEWSLETTER

Receba todas as novidades na sua caixa de correio!

O nosso website usa cookies para garantir uma melhor experiência de utilização.