Estudo indica que IoT pode gerar 11,1 biliões de euros em 2030

A McKinsey revela que a Internet das Coisas demonstra um potencial económico significativo, mas que as empresas devem criar escala para o capturar

Estudo indica que IoT pode gerar 11,1 biliões de euros em 2030

O valor económico da Internet das Coisas (IoT) pode atingir entre 4,8 e 11,1 biliões de euros a nível global em 2030. Esta é uma das principais conclusões do estudo “The Internet of Things: Catching up to an accelerating opportunity”, desenvolvido pela McKinsey & Company, que consiste numa análise do potencial crescimento da IoT na próxima década, e os fatores que o explicam.

Os resultados do estudo revelam que o potencial valor económico da IoT está concentrado em certos contextos onde estas soluções são implementadas (tais como em escritórios, fábricas, casas, nas áreas da saúde, retalho, etc.). Estima-se que as fábricas representarão cerca de 26% do potencial valor económico da IoT em 2030, seguindo-se a área da saúde, representando cerca de 10% a 14% deste valor. As aplicações B2B são onde a maioria do valor da IoT pode ser gerado, com cerca de 65% do valor potencial estimado em 2030.
No ambiente doméstico, a adoção e o impacto de soluções de IoT cresceram rapidamente. Considerando as tendências atuais, prevê-se uma aceleração na adoção destas soluções nos locais de trabalho. Por outro lado, a criação de valor nas fábricas, retalho, e veículos está a progredir mais lentamente do que o esperado.

Embora a IoT demonstre um potencial económico significativo, a sua captura provou ser um desafio, particularmente em cenários B2B. O valor capturado em 2020 de 1,4 biliões de euros, embora significativo, representa um dos cenários menos otimistas mapeados em 2015 pela consultora.

De acordo com o relatório, os utilizadores veem um valor real na implementação da IoT, reconhecendo-a como facilitadora da transformação digital e dos esforços de sustentabilidade em curso nas empresas e instituições públicas em todo o mundo. Além disso, nos últimos cinco anos registaram-se avanços notáveis na tecnologia, que permitem a implementação à escala da IoT. Considerando que as redes atuam como espinha dorsal da IoT, a melhoria da performance da conectividade também funciona como estímulo para a aceleração da adoção e impacto destas soluções.

Tags

NOTÍCIAS RELACIONADAS

RECOMENDADO PELOS LEITORES

REVISTA DIGITAL

IT INSIGHT Nº 39 Setembro 2022

IT INSIGHT Nº 39 Setembro 2022

NEWSLETTER

Receba todas as novidades na sua caixa de correio!

O nosso website usa cookies para garantir uma melhor experiência de utilização.