Aumenta a necessidade de cibersegurança para dispositivos IoT

Empresas de diferentes indústrias estão a avançar com a implementação de redes de dispositivos IoT para digitalizar e automatizar as suas operações, revelando novas necessidades de cibersegurança

Aumenta a necessidade de cibersegurança para dispositivos IoT

O avanço das tecnologias IoT enfrenta inúmeras questões de cibersegurança, uma vez que as empresas precisam de garantir a segurança das suas infraestruturas e dados, e estas tecnologias aumentam potenciais pontos de entrada em ciberataques. Esta realidade faz com que fornecedores e implementadores de IoT adotem novas soluções de segurança de hardware, uma abordagem que permite que os dispositivos estejam mais protegidos.

Esta tendência responde à necessidade urgente de assegurar novas infraestruturas de IoT, Os especialistas acreditam que as ligações IoT nos principais mercados ultrapassarão os 23 mil milhões até 2023, o que neste momento será fundamental para combater as ameaças crescentes. Como resultado desta tendência, os especialistas da ABI Research afirmam que os fornecedores e implementadores destas tecnologias implementarão diferentes opções de segurança digital destinadas a proteger frotas geridas e os próprios dispositivos conectados.

Estas soluções incluem aquelas que fornecem autenticação segura de hardware e que estão entre as principais prioridades de investimento na indústria IoT. De acordo com as suas previsões, estas tecnologias continuarão a aumentar a sua presença no setor nos próximos anos e deverão gerar receitas até 8,4 mil milhões até 2026.

Como explica Dimitrios Pavlakis, analista da indústria na ABI Research, "existem várias tecnologias-chave que giram em torno da segurança da autentificação e que atualmente transformam a cadeia de valor do dispositivo IoT. Os principais elementos entre eles giram em torno da emissão de identidade IoT, provisionamento, autenticação, gestão do ciclo de vida chave da encriptação, gestão de acesso e certificação".

"O IoT não é um ambiente seguro para futuras implementações, e tanto os utilizadores de IoT como os fornecedores de segurança digital estão cientes disso." Reconhecendo ainda que a perceção dos riscos está atualmente a mudar e que as ameaças enfrentadas pelos ambientes IoT são importantes.

Na visão de Pavlakis, há uma notável mudança de mentalidade "e um aumento do investimento para tecnologias de autenticação segura em todo o ecossistema IoT". Por outro lado, o analista da indústria na ABI Research acredita que "a má notícia é que isso também resulta em muitas ofertas de gestão de IoT com níveis questionáveis de segurança e inteligência". Dado o grande número de variáveis envolvidas na segurança das redes de dispositivos conectados, os fornecedores tomam diferentes abordagens.

Dimitrios Pavlakis acredita ainda que o facto de os investimentos em cibersegurança precisarem de aprofundar os requisitos de implementação do IoT não significa que as variáveis operacionais não sejam contabilizadas. A capacidade de largura de banda, requisitos de conectividade, especificações operacionais e heterogeneidade do dispositivo, poder de impressão digital e processamento, dependência da cloud e inteligência são fatores-chave que precisam de ser abordados para um crescimento sustentável do IoT no futuro.

Tags
Notícias relacionadas

RECOMENDADO PELOS LEITORES

REVISTA DIGITAL

IT INSIGHT Nº 28 Novembro 2020

IT INSIGHT Nº 28 Novembro 2020

NEWSLETTER

Receba todas as novidades na sua caixa de correio!

O nosso website usa cookies para garantir uma melhor experiência de utilização.