As tendências tecnológicas para a próxima década digital

A Transição Digital tem-se apresentando em constante evolução em Portugal. A Minsait traça um retrato do que esperar na próxima década, com a ascensão de novas tecnologias que vão ter impacto não só nos modelos de negócio, como também nas relações entre as empresas e os clientes

As tendências tecnológicas para a próxima década digital

2023 será um marco na transição ao nível tecnológico. Depois da passagem da primeira onda de digitalização, a segunda onda será marcada por tecnologias em ascensão que vão começar a trazer impactos para os modelos de negócio e para as relações entre empresas e clientes.

Entre as principais tendências para os próximos anos encontramos o metaverso, a computação quântica e a inteligência artificial.

Em Portugal, a Transição Digital tem-se apresentando com uma constante evolução. Da transformação digital das organizações à digitalização do Estado, em Portugal o digital tem cerca de 24 mil empresas, com mais de 147 mil trabalhadores qualificados, o que corresponde a 3,6% do emprego no país. 

Com os olhos nas metas da década digital, Portugal encontra-se atualmente acima da média da União Europeia no que toca ao nível de intensidade digital das Pequenas e Médias Empresas e na adoção da inteligência artificial.

Vasco Mendes de Almeida diretor de Digital Business Technologies da Minsait em Portugal considera que “todo este processo deve ser feito seguindo os mais rigorosos critérios éticos, para que a tecnologia continue a ser vista como uma mais-valia para todos e não como uma ameaça”.

Estas são, segundo a Minsait, as cinco principais áreas de foco na segunda onda de digitalização:

  • Novos canais como o metaverso e a realidade aumentada: os mundos do metaverso oferecem uma maior flexibilidade no tempo e no espaço, aproximando os utilizadores das empresas. A realidade aumentada vem permitir que a informação digital seja sobreposta ao mundo físico;
  • Phygital: a Internet of Things vai permitir a integração de canais físicos e digitais, o que levará a um grande impacto na gestão das operações industriais. Outra das áreas que poderá beneficiar desta tendência é o setor do retalho, com soluções de apoio às lojas que melhorem a experiência de compra do consumidor;
  • Automação Inteligente de Processos: de acordo com a Gartner, até 2025 70% das organizações vão usar tecnologias de análise de gráficos, machine learning, blockchain e inteligência artificial. Estas ferramentas vão permitir analisar, em tempo real, grandes quantidades de dados e possibilitar desta forma a tomada de decisões de forma mais rápida;
  • Computação quântica e inteligência artificial: a combinação das duas tecnologias vai permitir às empresas estarem preparadas para analisar grandes volumes de dados. Segundo dados da MarketsandMarkets, está previsto um crescimento global de 866 milhões de dólares em 2023 para 4,375 mil milhões em 2028. No caso da computação quântica, poderá ser uma mais-valia no setor do comércio de energia e na investigação científica;
  • Modernização e migração de sistemas herdados de empresas para a cloud: são processos que vêm da primeira onda para a segunda onda de digitalização. A migração para a cloud vai permitir aos serviços avançados melhorarem a escalabilidade e a segurança das operações.
Tags

NOTÍCIAS RELACIONADAS

RECOMENDADO PELOS LEITORES

REVISTA DIGITAL

IT INSIGHT Nº 50 Julho 2024

IT INSIGHT Nº 50 Julho 2024

NEWSLETTER

Receba todas as novidades na sua caixa de correio!

O nosso website usa cookies para garantir uma melhor experiência de utilização.