Administração pública portuguesa investiu 717 milhões de euros nas TIC em 2021

São de destacar os investimentos feitos pela Secretaria-Geral do Ministério da Educação e Ciência na compra de hardware

Administração pública portuguesa investiu 717 milhões de euros nas TIC em 2021

Numa análise ao destino dos investimentos públicos nas TIC em Portugal em 2021, a TendersTool, plataforma online de análise e consultoria que informa e aconselha empresas tecnológicas na sua relação com Organismos e Organizações da Administração Pública, concluiu que foram investidos 717,46 milhões de euros no setor tecnológico. Nesse âmbito, destacam-se os investimentos feitos pela Secretaria-Geral do Ministério da Educação e Ciência, responsável por metade do valor entre julho e setembro. 

“A principal razão para um verão mais ativo nos investimentos públicos no setor tecnológico português deve-se ao esforço feito pelo Ministério da Educação na compra de hardware, com o fornecimento de computadores portáteis e outros equipamentos para estudantes e professores, entre outros”, afirma Nuno Vieira, Business Development Manager da TendersTool. 

Em termos geográficos, a Administração Central realizou o 70% dos investimentos, no que se diz respeito a mais de 500 milhões de euros, seguido da Área Metropolitana de Lisboa, com mais de 70 milhões de euros. Já nas áreas tecnológicas, destaca-se a contratação de Serviços, que representou metade do investimento anual (340 milhões de euros). Os investimentos em hardware representaram 40% dos investimentos totais durante o ano, com as compras de portáteis a representarem 75% do investimento total em hardware.

O organismo público mais ativo foi a Secretaria-Geral do Ministério da Educação e Ciência, que apresentou um quarto do investimento total nas TIC, cerca de 189 milhões de euros, seguida da Autoridade Tributária e Aduaneira e a Secretaria-Geral do Ministério da Administração Interna, com 57 milhões de euros e 27 milhões de euros, respetivamente. 

Além disso, a TendersTool revela que os principais adjudicatários de projetos públicos foram a Claranet II Solutions, com projetos avaliados num total de 69,61 milhões de euros; a MEO-Serviços de Comunicações e Multimédia, com 55,52 milhões de euros; e a Inforlandia, com 54,62 milhões de euros. 

No ano passado, a TendersTool destaca os contratos de fornecimento de computadores portáteis e equipamentos para disponibilização aos alunos, docentes e outros agentes educativos do ensino público; e aos alunos abrangidos por contratos de associação e de patrocínio celebrados entre o estado e estabelecimentos de ensino particulares e cooperativos à empresa CTT Soluções Empresarias por 16 milhões de euros; a aquisição de subscrição de licenciamento Microsoft para os serviços e organismos do MAI 2021-2024; e a aquisição de upgrade de aparelhos Oracle Exadata e Oracle Big Data e aquisição de conectividade. 

Tags

NOTÍCIAS RELACIONADAS

RECOMENDADO PELOS LEITORES

REVISTA DIGITAL

IT INSIGHT Nº 41 Janeiro 2023

IT INSIGHT Nº 41 Janeiro 2023

NEWSLETTER

Receba todas as novidades na sua caixa de correio!

O nosso website usa cookies para garantir uma melhor experiência de utilização.