EUA recuperam maioria do pagamento feito depois do ataque à Colonial Pipeline

O Departamento da Justiça norte-americano informou que recuperou a maioria do pagamento feito na sequência do ataque de ransomware que afetou a Colonial Pipeline

EUA recuperam maioria do pagamento feito depois do ataque à Colonial Pipeline

O Departamento da Justiça norte-americano anunciou que recuperou a maioria do pagamento feito ao grupo que atacou a Colonial Pipeline com ransomware e que levou a que a empresa tivesse de parar as suas operações.

A operação para recuperar as criptomoedas pagas ao grupo de hackers baseado na Rússia foi a primeira do género a ser levada a cabo por uma task force especializada em ransomware criada pela administração Biden. Reflete uma rara vitória na luta contra o ransomware, numa altura em que os Estados Unidos enfrentam ataques cibernéticos a infraestruturas críticas no país.

Ao perseguir todo o ecossistema que alimenta os ataques de ransomware e extorsão digital - incluindo receitas criminais na forma de moeda digital - continuaremos a usar todos os nossos recursos para aumentar o custo e as consequências do ransomware e de outros ataques cibernéticos”, indicou a vice-procuradora-geral, Lisa Monaco, numa conferência de imprensa a anunciar a operação.

De relembrar que o ataque à Colonial Pipeline ocorreu a 7 de maio e encerrou temporariamente as operações da empresa. A Colonial Pipeline decidiu colocar os seus sistemas offline para não espalhar o ataque pelo sistema operativo e decidiu pagar o resgate de 75 bitcoins – que na altura valeria cerca de 4,4 milhões de dólares.

Tags
Notícias relacionadas

RECOMENDADO PELOS LEITORES

REVISTA DIGITAL

IT INSIGHT Nº 31 Maio 2021

IT INSIGHT Nº 31 Maio 2021

NEWSLETTER

Receba todas as novidades na sua caixa de correio!

O nosso website usa cookies para garantir uma melhor experiência de utilização.