Big Data no Recrutamento & Recrutamento em Big Data

Big Data no Recrutamento & Recrutamento em Big Data

Nos dias que correm, Big Data é um termo muito divulgado em IT e inclusive é uma vertente de difícil recrutamento pela escassez de profissionais qualificados

No entanto, a verdade é que está rapidamente a tornar-se num conceito disseminado por várias áreas do nosso mercado, renovando assim a indústria clássica e angariando informação valiosa para o desenvolvimento de negócio.

Para simplificar, Big Data significa recolher e analisar grandes quantidades de dados de diversas fontes online e offline. No mercado português, é um universo que foi crescendo, principalmente, através dos portais de compras; contudo a ideia funciona igualmente bem no recrutamento. A única diferença é que, em vez de encontrarmos as ofertas mais recentes no universo da moda, são anúncios de emprego que correspondem a um determinado conjunto de aspirações de carreira que surgem.

A tecnologia Big Data pode fazer muito mais do que apenas gerar anúncios de emprego personalizados em sites de social media. Algumas empresas como por exemplo, a Google, já utilizam ferramentas internas de análise de RH para prever quando (e quantas) vagas surgirão num departamento específico, que equipa tem o nível mais baixo de satisfação no trabalho e a probabilidade dos elementos core quererem mudar de emprego. Ter esta informação significa que os empregadores podem tomar as medidas necessárias e oportunas, antecipando-se a potenciais danos na sua estrutura e/ou negócio.

Em termos específicos de recrutamento, conseguimos perceber qual o alcance que uma empresa tem com os seus anúncios bem como a qualidade dos mesmos, analisado pelo seu efeito persuasivo. Depois, conseguimos apreender qual a proporção entre novos candidatos e os já conhecidos pela empresa (retenção), a adequação dos candidatos face ao grupo-alvo desejado, quais as palavras utilizadas na pesquisa de emprego ou como o candidato chegou à empresa e ainda, analisar a eficácia e o alcance dos diferentes canais de recrutamento, seja por anúncio ou mesmo as abordagens diretas dos recrutadores.

Assim, criamos aqui uma relação de mutualismo em que as ferramentas que cresceram em Big Data, uma área em constante crescimento e difícil de angariar bons profissionais devido à escassez, agora auxiliam no recrutamento dos mesmos.

 

por Sofia Santos, Senior Consultant, Michael Page

Tags

REVISTA DIGITAL

IT INSIGHT Nº 21 outubro 2019

IT INSIGHT Nº 21 outubro 2019

NEWSLETTER

Receba todas as novidades na sua caixa de correio!

O nosso website usa cookies para garantir uma melhor experiência de utilização.