Violação de dados custa cada vez mais às empresas

A IBM conclui que as empresas têm um impacto financeiro resultante de data breaches cada vez maior. Este impacto é sentido, por vezes, durante anos, aponta o "2019 Cost of a Data Breach Report"

Violação de dados custa cada vez mais às empresas

A IBM estima que até 5% da receita anual das empresas seja gasta na resolução de problemas de violação de dados. De acordo com o estudo, o custo de data breaches subiu 12% nos últimos cinco anos e chega agora a uma média de 3,92 milhões de dólares por organização.
As consequências são sentidas sobretudo em pequenas e médias empresas, que apesar de gastarem em média 2,5 milhões de dólares (por empresa com menos de 500 trabalhadores), têm uma receita anual demasiado baixa (50 milhões de dólares) para não sentirem impacto financeiro.
Esse impacto pode estender-se no tempo, e a IBM conclui que 22% das organizações só consegue pagar na totalidade os danos dois anos depois do ataque, enquanto 11% só o conseguem fazer depois desse período.
“O cibercrime implica muito dinheiro para os cibercriminosos, e infelizmente isso significa grandes perdas para os negócios”, refere Wendi Whitmore, Global Lead da IBM X-Force Incident Response and Intelligence Services.
Com o patrocínio da IBM Security e conduzida pelo Ponemon Institute, a pesquisa retirou as seguintes conclusões: as violações maliciosas são as mais comuns e as mais caras; os “mega breaches” levaram a “mega perdas”; a prática faz a perfeição – as empresas que mais testaram os seus dispositivos de segurança foram menos afetadas; o custo médio de uma violação de dados nos Estados Unidos é o dobro da média mundial (8,19 milhões de dólares); e o setor da saúde é o que mais gasta para resolver estes problemas.

Tags
Notícias relacionadas

RECOMENDADO PELOS LEITORES

REVISTA DIGITAL

IT INSIGHT Nº 20 Julho 2019

IT INSIGHT Nº 20 Julho 2019

NEWSLETTER

Receba todas as novidades na sua caixa de correio!

O nosso website usa cookies para garantir uma melhor experiência de utilização.