IA é prioridade dos CIO do setor público para 2019

De acordo com a Gartner, a IA, o data analytics e a cibersegurança estão no topo das prioridades de investimento dos CIO do setor público para 2019, destronando assim a cloud, que tem dominado os gastos nos últimos anos

IA é prioridade dos CIO do setor público para 2019

Para a analista de mercado, esta tendência reflete uma mudança de mentalidade dos CIO, que estão a encarar a IA e o data analytics como as tecnologias "game-changing" para o setor público em 2019. 

Estas conclusões derivam de uma análise realizada pela Gartner a mais de três mil CIO de 89 países, de diversas indústrias, incluindo 528 de instituições governamentais.

"Aproveitar os dados é central para o conceito de governo digital - é o ativo central de tudo o que o governo supervisiona e fornece", refere Rick Howard VP analyst, Gartner. "A capacidade de alavancar esses dados estrategicamente em tempo real melhorará significativamente a capacidade do governo de fornecer serviços de forma transparente, apesar do aumento da pressão sobre os recursos finitos".

Quando se trata de prioridades estratégicas de negócios, a Gartner constatou que 18% dos CIO em todos os níveis do setor público priorizaram as iniciativas digitais como chave para alcançar  resultados, em comparação com 23% de todos os outros setores. As próximas três prioridades de negócios para o governo são metas específicas do setor (13%), excelência operacional (13%) e otimização / redução de custos (8%).

As conclusões da analista de mercado indicam que os governos estão a levar a cabo um progresso deliberado no sentido de projetar e fornecer serviços digitais, atingindo uma maturidade comparável a outras indústrias em geral. Quando questionados sobre em que estágio a sua iniciativa digital se encontra, 29% dos auscultados afirmam que as suas organizações estão a ampliar e refinar as suas iniciativas digitais - o ponto de inflexão em que uma iniciativa digital é considerada madura. Em 2018, esta percentagem situava-se nos de 15%. 

O setor público está, no entanto, atrasado noutras indústrias (33% no total) no que diz respeito à ampliação de iniciativas digitais. A lacuna é particularmente marcante em defesa e inteligência, onde apenas 9% dos entrevistados alavancaram iniciativas digitais.

"Para atender à crescente procura e à evolução das expetativas dos cidadãos por serviços eficazes e eficientes, o setor público terá de continuar a melhorar a sua maturidade digital", sublinha Rick Howard. “Os CIO do governo reconhecem claramente o potencial do governo digital e começaram a desenvolver novos serviços digitais, mas agora precisam de levar o digital além da visão para a sua execução, por meio da liderança digital".

Apesar do foco no digital, apenas 17% dos CIO inquiridos planeiam aumentar os seus investimentos em iniciativas de negócios digitais, em comparação com 34% dos CIO de outras indústrias. Embora os CIO governamentais demonstrem uma visão clara do potencial do governo digital e das suas tecnologias emergentes, 45% relatam que não possuem os recursos de IT e de negócios necessários para executar.

A Inteligência Artificial (IA) assumiu a liderança como principal tecnologia revolucionária para os CIO em 2019 (27%). Segue-se o data analytics (22%) e a cloud (19%), que deixa o papel de liderança mantido nos últimos anos.

Entre os auscultados, 10% já implementaram soluções de IA, enquanto 39% pretendem integrar estas soluções nos próximos dois anos. 36% dos inquiridos revelaram a intenção de implementar tecnologias de IA nos próximos dois a três anos.

Tags
Notícias relacionadas

RECOMENDADO PELOS LEITORES

REVISTA DIGITAL

IT INSIGHT Nº 18 Março 2019

IT INSIGHT Nº 18 Março 2019

NEWSLETTER

Receba todas as novidades na sua caixa de correio!

O nosso website usa cookies para garantir uma melhor experiência de utilização.