Gartner posiciona Schneider Electric em 5º lugar no Top 15 de Global Supply Chain

A Schneider Electric subiu dois lugares e chegou 5ª posição do Top 15 da Gartner de Global Supply Chain na Europa para o ano de 2018

Gartner posiciona Schneider Electric em 5º lugar no Top 15 de Global Supply Chain

As classificações para a Europa foram anunciadas pela Gartner durante a Conferência Executiva Anual referente a Cadeias de Abastecimento, que teve lugar em Londres, no Reino Unido, no início desta semana.

”Estamos muito satisfeitos por ter entrado no top 5 da classificação europeia da Gartner. Este último ano foi, para nós, um ano de intensa transformação digital, especialmente acelerada pela implementação das nossas Fábricas Inteligentes na Europa (e noutros locais), como parte do nosso percurso para uma cadeia de abastecimento Adaptada, Sustentável e Conectada 4.0. Este prémio deve-se inteiramente aos esforços incansáveis dos trabalhadores da nossa Cadeia de Abastecimento Global e ao seu contributo individual para oferecer excelência ao nível do serviço, da qualidade e da cadeia de abastecimento”, revela Mourad Tamoud, Executive Vice President, Global Supply Chain Operations, da Schneider Electric.

Em maio deste ano, a Schneider Electric surgiu no Top 25 de Supply Chain da Gartner  para o ano 2018, onde subiu cinco posições até ao 12.º lugar na compilação desta empresa de pesquisa dos melhores operadores a nível mundial no setor das cadeias de abastecimento. As classificações anuais da Gartner identificam os principais players em cadeias de abastecimento e destacam as suas melhores práticas.

“Com a implementação das nossas soluções EcoStruxure nas nossas unidades, mostrámos aos clientes os nossos sucessos internos em termos de iniciativas de digitalização. Iremos prosseguir com as implementações por todo o mundo, a fim de alcançarmos resultados com grande impacto na eficiência operacional da nossa cadeia de abastecimento e, assim, oferecermos um desempenho de excelência e contribuirmos para o crescimento empresarial do Grupo. Continuaremos a operar com rapidez e inovação, a fim de oferecermos valor aos nossos clientes neste mundo industrial digitalizado”, frisou Mourad Tamoud.

Ao longo de 2017, as Operações da Cadeia de Abastecimento Global da Schneider — que incluem 207 unidades de produção, em 44 países, e 98 centros de distribuição — viu a sua equipa de 86 000 trabalhadores gerir mais de 260 000 referências de produtos e processar diariamente mais de 150 000 linhas de encomenda.

Tags
Notícias relacionadas

RECOMENDADO PELOS LEITORES

REVISTA DIGITAL

IT INSIGHT Nº 16 Novembro 2018

IT INSIGHT Nº 16 Novembro 2018

NEWSLETTER

Receba todas as novidades na sua caixa de correio!

O nosso website usa cookies para garantir uma melhor experiência de utilização.