Um terço dos executivos planeia deixar o seu emprego devido a obrigação de regressar ao escritório

Estudo refere que um em três profissionais dizem que irão sair do seu emprego atual se forem obrigados a voltar em definitivo ao escritório

Um terço dos executivos planeia deixar o seu emprego devido a obrigação de regressar ao escritório

A pesquisa da Gartner conduzida em novembro de 2023, onde mais de 3.500 funcionários participaram, revelou que 19% do pessoal não executivo disse que sairia da sua empresa atual devido a um comunicado de obrigatoriedade de regresso ao escritório.

Uma outra pesquisa de setembro de 2023 com 170 líderes de recursos humanos divulgou que as organizações estão a aumentar os requisitos de trabalho presencial: 63% dos inquiridos referiram que existe uma grande expectativa por parte dos funcionários a passarem os dias no escritório; 34% disse que um regresso obrigatório já tinha sido implementado; 13% expôs que as consequências associadas a funcionários não cumprirem as obrigações presenciais se têm intensificado.

Apesar de 58% dos executivos com um comunicado de regresso ao escritório dizerem que as suas empresas deram uma razão persuasiva o suficiente para a decisão ter sido tomada, muitos líderes seniores não estão dispostos a regressar ao escritório”, afirma Caroline Ogawa, Diretora na área de Recursos Humanos da Gartner. “Um estudo de abril de 2024, feito a 64 líderes de RH, revelou que 64% dos líderes seniores dizem que estão preocupados que a obrigatoriedade do trabalho presencial possa aumentar o desentendimento.

Outra pesquisa da Gartner, feita em janeiro de 2024, evidenciou que 36% dos candidatos a trabalhos de nível sénior que têm enfrentado um comunicado de regresso obrigatório ao escritório no seu emprego atual afirmam que este tem sido um fator decisivo para influenciar a sua saída. Um terço dos inquiridos revelou que interrompeu um processo de contratação devido à expectativa de regresso ao local de trabalho.

A retenção de talentos essenciais tem se tornado cada vez mais difícil devido à desconfiança entre os empregados e os empregadores, o burnout e falta de dedicação dos funcionários, e um mercado de trabalho mais competitivo”, declara Caitlin Duffy, Diretora Sénior da área de RH da Gartner.

A Gartner identificou quatro das melhores práticas para os líderes de RH que estão à procura de formalizar um regresso ao escritório para trabalhadores remotos, mantendo os funcionários e a potnecialização de talento: motivar o regresso ao escritório em vez de obrigar; considerar atividades focadas no comparecimento dos funcionários; autorizar os empregados a fazer as suas medidas de trabalho presencial; e dar uma razão clara do porquê do regresso ao escritório.

Tags

NOTÍCIAS RELACIONADAS

RECOMENDADO PELOS LEITORES

REVISTA DIGITAL

IT INSIGHT Nº 49 Maio 2024

IT INSIGHT Nº 49 Maio 2024

NEWSLETTER

Receba todas as novidades na sua caixa de correio!

O nosso website usa cookies para garantir uma melhor experiência de utilização.